16/3/2010 – Marcha Mundial das Mulheres toma as ruas do país

A MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES TOMA AS RUAS DO PAÍS

Marcha que percorre o país, chega a São Paulo neste dia 18 e reúne cerca de três mil integrantes em comemoração aos 100 anos do Dia Internacional da Mulher.

O 8 de março deste ano marcou os 100 anos do Dia Internacional da Mulher. Por isso, no Brasil, três mil mulheres realizaram uma marcha que saiu de Campinas e chega a São Paulo, no próximo dia 18. O ato faz parte da 3ª Ação Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, que acontece ao longo de 2010 e conta com a participação de mulheres de todas as Regiões do país, do campo e da cidade. As caminhantes vindas de todos os estados do país, foram recebidas em Valinhos pelas militantes locais com chuva de pétalas de rosas e distribuição de pães, em uma alusão à Marcha Pão e Rosas, ocorrida em 1995 no Canadá, que inspirou o movimento.

O que é a Marcha Mundial das Mulheres?
A Marcha Mundial das Mulheres é um movimento feminista internacional que nasceu no ano 2000, a partir de uma mobilização que reuniu mulheres de todo o mundo. Ela reúne militantes da cidade, do campo e da floresta, jovens, adultas e idosas, trabalhadoras rurais e urbanas, lésbicas, estudantes. O que as une é o desejo de transformar o mundo para transformar a vida das mulheres (ou, também, transformar a vida das mulheres para transformar o mundo, num movimento cíclico e integrado). Para isso é preciso dividir as tarefas domésticas entre mulheres, homens e o Estado – por meio, por exemplo, da criação de creches públicas de qualidade, conforme destacou Rosane Bertotti, militante da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Miriam Nobre, outra integrante da Marcha destacou a luta desse movimento e a importância de ações que visam a garantia dos direitos femininos. De acordo com Mirian, cada vez mais as mulheres sustentam sozinhas suas famílias, e é preciso que elas também possam decidir a melhor forma de como fazer isso. “Quer dizer, tendo empregos com qualidade, com direitos, com salário justo ou então tendo condições de produzir, no caso das mulheres que vivem no campo, das artesãs, das comerciantes. Que elas possam trabalhar em boas condições e viver do seu trabalho.”

O objetivo da Marcha deste ano
De acordo com as organizadoras, o objetivo das ações da Marcha este ano, é conquistar avanços e melhorias para a vida das mulheres brasileiras, denunciar o capitalismo patriarcal e expressar solidariedade com as mulheres de todo o mundo. O lema deste ano é “Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres!”.

Muitas militantes viajaram três dias de ônibus para participar da ação em comemoração ao Dia Internacional de Luta das Mulheres. Nem por isso elas demonstram sinais de cansaço. Animação e irreverência são a marca destas militantes. A Fuzarca Feminista (grupo de percussão da MMM) também alegrou as atividades com muito batuque e deu ritmo ao lema do movimento: “Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres”.


Em 2000 e 2005, a Marcha Mundial das Mulheres realizou duas ações internacionais. Em 2010, como parte do primeiro período do calendário da 3ª Ação Internacional (de 8 a 18 de março), pelo menos outros 50 países, além do Brasil, estão realizando marchas e outras atividades de luta. O segundo período acontece de 7 a 17 de outubro, culminando com um encontro de feministas dos cinco continentes em Kivu do Sul, no Congo.

A plataforma desta 3ª Ação se baseia em quatro eixos: autonomia econômica das mulheres; bens comuns e serviços públicos (contra a privatização da natureza e dos serviços públicos); violência contras as mulheres e paz e desmilitarização, temas que foram discutidos duante os dez dias de caminhada.

 


Fotos de João Zinclair

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *