2/6/2010 – O direito da aposentadoria em vida

Fim do Fator Previdenciário – O direito da aposentadoria em vida

Os mentores do projeto neoliberal inventaram fórmulas mágicas para retirar direitos da classe trabalhadora, aos olhos do capital tudo é mercadoria para dar lucro, empresas públicas, educação saneamento, e principalmente os bancos públicos cuja finalidade nunca foi o lucro, mas sim praticar o fomento, gerar emprego um braço importante do Estado no desenvolvimento humano.

Não foi diferente na Seguridade Social destruíram a Saúde Pública reduzindo o investimento para beneficiar e incentivar a venda de planos de saúde, na Previdência criaram o Fator Previdenciário, uma fórmula diabólica, com a finalidade de impedir que os trabalhadores e trabalhadoras se aposentem com dignidade. Afinal mesmo que um trabalhador (a) tenha 30 ou 35 de serviço e contribuição ao Regime Geral de Previdência, sofrerá redução no valor do seu beneficio, pois na aplicação desta lei, obrigatoriamente nos cálculos do beneficio, é aplicada a tabela da expectativa de vida calculada pelo IBGE, onde consta que os brasileiros hoje vivem em média 72,5 anos. E, portanto todos que se aposentarem “jovens com 50/55” anos de idade sofrerão redução de até 35% no valor dos seus benefícios. E para consumar esta mentira todos os dias, os integrantes do governo afirmam que “se nada for feito nas próximas décadas sistema de previdência pública irá à falência” (Helmut Schwarzer – ex- Secretário Executivo da Previdência) Na lógica do capital ninguém poderá usufruir dos seus direitos, só os mortos poderão se aposentar.

A derrubada do Fator Previdenciário é uma das maiores vitórias da classe trabalhadora, que poderá finalmente se aposentar pelo tempo de contribuição de 30 e 35 anos, sem nenhuma redução do valor do beneficio, porque “a Previdência Pública é superavitária, o governo retira todos os anos 35 bilhões de reais para pagar os juros da divida pública” (Maria Luiza Fatorelli – Coordenadora do Fórum Nacional da Divida Pública). Agora é lutar para o Presidente Lula não vete a lei, que irá beneficiar mais de 55 milhões de brasileiros, entre aposentados, pensionistas e trabalhadores do Regime Geral de Previdência Social.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *