5/4/2010 – Ato em defesa dos servidores em Brasília

ATO EM DEFESA DOS SERVIDORES DOS MINISTÉRIOS DA SAÚDE, PREVIDÊNCIA E TRABALHO

Reúne mais de 600 servidores em Brasília

Organizado pela CNTSS e a CUT Nacional, Caravanas de servidores do Ministério da Saúde fazem manifestações em Brasília, reivindicando do Governo Lula a reabertura imediata de um processo de negociação para revisão da tabela salarial da categoria.

Vindas de nove estados ( SE, PB, BA, AL, SP, GO, MA, MS, RJ) mais DF, as Caravanas de servidores do Ministério da Saúde (MS) participaram, ( dia 30) de um ato político na Câmara dos Deputados, no Auditório Nereu Ramos. A manifestação teve a participação de vários deputados que demonstraram solidariedade aos trabalhadores da saúde, que reivindicam do Governo Lula a reabertura imediata de um processo de negociação para revisão da tabela salarial da categoria.

No período da tarde, os manifestantes visitaram os gabinetes dos senadores e deputados, onde foi entregue documento produzido pela Confederação com a lista dos estados que estão participando dos protestos em Brasília e as reivindicações dos trabalhadores.

Outra bandeira desta manifestação é debater a situação funcional dos trabalhadores da Carreira da Previdência, Saúde e Trabalho (CPST). Outra reivindicação importante é uma ação efetiva por porte do Ministério para combater o assédio moral e o abuso de poder que vem sendo praticado contra os servidores cedidos ao SUS e uma definição da situação funcional desses servidores.

Neste segundo dia de manifestação, (31), foi entregue documento da CSTP ao presidente do Conselho Nacional de Saúde, Francisco Batista Jr. Também pela manhã, no Centro Cultural do Banco do Brasil, foram realizados audiência com o Secretário Executivo da Secretaria Geral, Antônio Roberto Lambertucci, e ato relâmpagos em frente aos Ministérios da Saúde, Trabalho e do Planejamento.

À tarde, a partir das 16h, haverá audiência com o diretor de Recursos Humanos do INSS, José Nunes Filho. Os representantes da CNTSS vão fazer o debate sobre a GDASS, carga horária excessiva e condições dignas de trabalho. Em seguida, as caravanas retornarão aos estados de origem, entre elas a de Pernambuco, que enviou três ônibus para participar da mobilização nacional. Em dezembro de 2009, o Sindsprev/PE também participou de uma manifestação em defesa da Carreira. A atividade reuniu, em Brasília, caravanas e representantes sindicais de vários estados.

Fonte – Imprensa CNTSS em parceria com SindsPrev PE

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *