8/4/2010 – Diante da omissão do INSS, empresários fazem festa

Os empresários – donos das empresas prestadoras de serviço ao INSS em Alagoas- estão todos em festa! Eles estão felicíssimos, comemorando o aniversário de 5 (cinco) meses que estão sem pagar os valores do auxílio-alimentação que devem aos seus vigilantes, e até agora não foram importunados pela direção do INSS. Eles estão tão felizes com essa omissão, que estão planejando dar uma grande festa em agradecimento, com direito a um bolo enorme, sopro de velinhas, música ao vivo, bebidas e muita comida grátis. Eles informam que a cada mês que eles devem e não pagam, no bolo terá uma vela enorme e bem bonita.

Segundo esses organizadores, cada um dos dirigentes do INSS que são responsáveis pela fiscalização do cumprimento dos contratos e estão sendo omissos em não aplicar as multas e demais penalidades previstas, terão a honra – cada um deles – de soprar as 5 velas.

Diante desse descaso, o SINDPREV informa que comunicará ao Sindicato dos Vigilantes e à CUT, à PRT – Procuradoria Regional do Trabalho, ao Ministério do Trabalho, e pedirá providências sobre o que está ocorrendo no INSS: uma absoluta desconsideração e falta de respeito à dignidade dos prestadores de serviço. O INSS e essas empresas prestadoras de serviço estão ameaçando a paz e a tranqüilidade das APS e dessas famílias, ao não garantir a Segurança Alimentar desses trabalhadores que são obrigados fazer a segurança das Agências com fome e sabendo que estão tendo o seus diretos lesados, já há cinco meses!

O pagamento do auxílio-alimentação em dia, é um direito desses trabalhadores e um dever contratual das empresas. Afinal, acreditamos que as empresas vem sendo pagas pelo INSS pontualmente, todos os meses, no valor integral previsto no contrato. Portanto, nada justifica o confisco que vem ocorrendo e a apropriação do dinheiro correspondente ao auxílio-alimentação, nem é compreensível a omissão do INSS que resiste em multar essas empresas.

O Ministério do Trabalho, através de sua Superintendência Regional precisa saber que não são só em algumas usinas que as pessoas são submetidas a um regime de trabalho que se assemelha à escravidão. Enquanto lá, os agricultores são obrigados a trabalhar em troca só de comida, no INSS em Alagoas os vigilantes e as serviçais são obrigados, todos os dias, a pedir dinheiro emprestado para virem para o trabalho, ou o fazem o trajeto a pé e com fome, pois não recebem os vales-transporte e nem o auxílio-alimentação. E quando entram de férias, ao retornar não recebem o salário correspondentes às férias.


Por essas e outras, é que os empresários estão tão contentes, eles sabem que não tem o que temer, só a comemorar… A festa, em data e local ainda a serem definidos,  promete ser inesquecível e abalar a noite da cidade… A animação será garantida por um coral que irá cantar, entre outros sucessos, o refrão da música: “Há, há, tá dominado… tá tudo dominado!!! Hu, Hu, tá tudo dominado!!!”

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *