Servidores da saúde entram em greve em Palmeira dos Índios

Segundo os sindicalistas, a greve só acaba quando o gestor municipal “honrar o que diz”

 

Berg Morais

Os servidores da área da saúde da prefeitura municipal de Palmeira dos Índios realizam uma paralisação por tempo indeterminado a partir de hoje, 19. Eles reivindicam que os acordos por parte do governo municipal sejam cumpridos.

Os manifestantes da área tomam conta da sede da secretária municipal de saúde e seguirão em passeata até o centro da cidade. Eles irão finalizar o movimento na sessão de hoje da câmara municipal de Palmeira dos Índios.

Segundo o secretario de apoio ao interior do Sindprev, psicólogo Abdias Vicente, o motivo da greve é, mais uma vez, o não cumprimento dos acordos por parte do governo municipal.

“Os mais de 300 funcionários da saúde então em prejuízo desde o ano passado por conta dos acordos que não estão sendo cumpridos. O prefeito nunca honra com os acordos”, disparou o sindicalista que também é membro da diretoria da Central Única dos Trabalhadores – CUT.

Segundo a presidente do Sindprev, Reliete Ramos, insalubridade do décimo terceiro salário dos servidores foi retirado desde o ano passado.

“A greve vai até resolverem essas pendências, depende do gestor. A greve acaba quando ele cumprir o que promete”, afirmou Ramos.

Essa é décima primeira greve que acontece no município.

Siga no Twitter: @bergmorais
blogdoberg@gmail.com

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *