Arquivo do Autor: Antonio Pereira

Reunião do Coletivo da Saúde Estadual estabelece visitas aos locais de trabalho para mobilização permanente

Em reunião do Coletivo da Saúde Estadual do SINDPREV-AL, realizada no dia 29 de novembro, ficou acertado uma agenda de visitas aos locais de trabalho, começando pela UNCISAL.
A reunião também serviu para estabelecer a pauta de mobilização, tratando sobre a questão da implantação de Organizações Sociais (OS) no comando de órgãos públicos, questões jurídicas (Insalubridade e outras).
A reunião teve participação dos diretores que compõem o Coletivo da Saúde Estadual: Olga Chagas, Ivanildo Marques e Lourivalda Lima. Outros diretores também participaram ativamente da reunão, foram eles: Cícero Lourenço, Alvaro Mazoni e Sidines Silva.
Ficou acertado também que, após as visitas, o SINDPREV-AL deve marcar uma Assembleia Geral da categoria para discutir a Data-base de 2019, Plano de Cargos e Carreiras (PCC) e outras questões da pauta de reivindicações.

Assembleia no LACEN trata da Ação de Insalubridade e forma comissão de servidores

Dando seguimento ao trabalho de aproximação cada vez mais das bases, o SINDPREV-AL realizou Assembleia com os trabalhadores do Laboratório Central de Alagoas (LACEN) na segunda-feira (3). Participaram da Assembleia os diretores: Olga Chagas, Sindines Silva e Alvaro Mazoni.
O principal ponto da Assembleia foi a questão da Ação Judicial sobre a Gratificação de Insalubridade e de que não fossem descontada durante as férias e licença médica dos trabalhadores.
Na ocasião, a diretora Olga Chagas fez uma série de esclarecimentos, destacando que as decisões favoráveis aos trabalhadores foram originadas a partir de uma liminar, com decidida de forma monocrática pela desembargadora Elisabeth Carvalho do Nascimento, mas que esta decisão ainda deve ser apreciada pelo Pleno do Tribunal de Justiça. Olga também esclareceu que a aplicação das decisões judiciais apenas para associados ao Sindicato foram determinadas pela própria desembargadora em sua liminar.

Os’s: Privatização

A diretora Olga fez um breve alerta sobre os perigos das perdas dos direitos trabalhistas e previdenciários, inclusive sobre a intenção do governo estadual em implantar Organizações Sociais (OS) no comando de órgãos públicos, sendo o caminho para a privatização.

Comissão

Ao final da Assembleia foi aprovada a criação de uma comissão de trabalhadores para encaminhar a pauta da Saúde Estadual.
Vitórias
A luta do SINDPREV-AL, juntamente com os trabalhadores da Saúde Estadual, inclusive da UNCISAL tem acumulado importantes vitórias ao longo dos últimos dois anos (2017/2018), com mais de 300 processos de implantação da Insalubridade e impedimento da retirada desta gratificação nos períodos de férias e de licença médica.
Além disso, a implantação de mais para mais de 200 servidores do Hospital Maternidade Santa Mônica da gratificação Rede Cegonha. Vale lembrar que estes trabalhadores estavam sem receber a gratificação.

Sindicato realiza Assembleia na Maternidade Santa Mônica para esclarecer conquista da ampliação da Gratificação Rede Cegonha

Diretores do SINDPREV-AL estiveram nesta segunda-feira (3) participando de uma Assembleia com os trabalhadores do Hospital Maternidade Santa Mônica para prestar esclarecimentos sobre como foi a conquista do redimensionamento da Gratificação Rede Cegonha para cerca de 200 servidores. Participaram da Assembleia os diretores: Ivanildo Marques, Olga Chagas e Lourivalda Lima.
O diretor do Departamento Jurídico do SINDPREV-AL Ivanildo Marques prestou os esclarecimentos necessários, onde ressaltou a importância da conquista, já que foi fruto de inúmeras negociações junto a direção da UNCISAL por intermédio do SINDPREV-AL e o acompanhamento de uma Comissão de Servidores. Ivanildo reafirmou a necessidade de tratamento igual para todos os servidores. No caso específico houve uma diminuição da gratificação, pois não havia, no momento, margem para aumento no valor geral da verba. Apesar disso, fica a certeza de que é necessário a união de todos os servidores em prol da coletividade e que daqui para frente outras conquistas virão.
Ivanildo reafirmou o compromisso dos que fazem o SINDPREV-Al, tanto no aspecto político, quanto no aspecto jurídico, pontuando as conquistas obtidas pelo canal de diálogo da gestão para com o sindicato.

Direitos dos trabalhadores

A diretora Olga Chagas aproveitou a Assembleia para fazer um alerta geral aos trabalhadores sobre os perigos que se avizinham nos próximos anos, com perda dos direitos trabalhistas e a intenção clara do atual governo de Alagoas em dar prosseguimento acelerado à privatização da Saúde estadual, levando a extinção dos serviços públicos como conhecemos hoje.
Com a mesma tônica, a diretora Lourivalda Lima enalteceu a necessidade de fortalecimento das organizações sindicais para garantir a manutenção e ampliação dos direitos dos trabalhadores, principalmente os da Saúde. ‘Precisamos mais do que nunca buscar a unicidade e lutar por todos. O sindicato não pode fazer a luta sozinho, assim como o trabalhador não pode está desamparado sindicalmente’, disse a diretora.

Servidores de Palmeira dos Índios não aceitam parcelamento do pagamento do retroativo da Insalubridade proposto pela Prefeitura Municipal

Em Assembleia da categoria, Agentes Comunitários de Palmeira dos Índios rejeitaram a proposta da Prefeitura de pagamento de apensa 50% do retroativo do Adicional de Insalubridade e ainda parcelado em dez meses. Os trabalhadores consideraram a proposta da Prefeitura uma afronta, visto que o direito ao recebimento do Adicional foi conquistado em uma ação judicial, cabendo a Prefeitura cumprir a decisão e pagar.

Pela decisão judicial, o município de Palmeira dos Índios terá de pagar R$ 184 para cada Agente de forma retroativa dos últimos dez meses.

Agora, o SINDPREV-AL encaminhará a decisão dos servidores à Justiça, para que o magistrado responsável por julgar a Ação, siga com o processo de execução.

  

 

Vereadores de Palmeira dos Índios aprovam por unanimidade Projeto que garante repasse do Incentivo Adicional aos ACS e ACE

Por unanimidade, os vereadores de Palmeira dos Índios aprovaram nesta quarta-feira (28) o Projeto de Lei que regulamenta o repasse do Incentivo Adicional aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e aos Agentes de Combate às Endemias (ACE). Agora, o Projeto deve ser sancionado pelo prefeito municipal para se tornar lei e assegurar aos trabalhadores o recebimento do Adicional.

Centenas de servidores lotaram a Câmara Municipal de Palmeira dos Índios para acompanhar a sessão histórica que garantiu o Adicional, fruto de uma intensa luta da categoria, tendo o SINDPREV-AL como condutor das reivindicações.

O Projeto de Lei agora aprovado define critérios para o pagamento do incentivo adicional e estabelece o mês de janeiro do ano subsequente como data para pagamento em forma de gratificação anual por produtividade.

« Entradas mais antigos Entradas recentes »