Arquivo do Autor: Antonio Pereira

FOI PUBLICADA A PORTARIA DA RESOLUÇÃO 175 QUE DISPÕE SOBRE OS TURNOS DE 06 HRS NAS APS DO INSS

Ato de Publicação da Resolução dos turnos estendidos que aconteceu ontem (15) às 18h no Gabinete do Ministro Garibaldi.

A presidente da CNTSS Maria Aparecida de Faria, recebeu o telefonema da Presidência do INSS convocando as entidades para o Ato de Publicação da Resolução dos turnos estendidos que acontecerá hoje (15) às 18h no Gabinete do Ministro Garibaldi.

 

Acessem o link :http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=30&data=15%2F02%2F2012

Instalações de atendimento do Ministério do Trabalho no estado de Alagoas estão desabando em cima dos servidores

14/02/2012

Saiu no maior jornal de circulação em Alagoas, uma matéria sobre o tamanho descaso com o espaço público já denunciado pela CNTSS

Escrito por: José Jobson dos Santos – Secretario de Formação do SINDPREV/ALAGOAS.

Uma agência de atendimento do Ministério do Trabalho no extremo norte de Alagoas, cidade de Maragogi, está com o teto desabando ( vejam foto  ), enquanto isso, o superintendente regional compra ponto eletrônico e câmeras para controlar o trabalho dos servidores na sede, que continua com as péssimas condições de trabalho também já denunciadas pelo MPT/AL, cuja processo encontra-se no pleno do TRT/AL.

É revoltante a postura do gestor do órgão que não dá satisfação de nada e continua num pedestal inatingível e o Ministro interino fica inerte e parece está ainda obedecendo ordens de LUPI, e tudo tende a piorar:  o Auditório do Edifício sede ameaça desabar, Agências de atendimento em União dos Palmares, Atalaia, Porto Real do Colégio, Palmeira dos Indios, Santana do Ipanema, São Miguel dos Campos, gerência em Arapiraca e edifício sede em Maceió, continuam sem condições decentes de atendimento.

Há outro grave problema: faltam servidores do quadro para atender a demanda, a população cresceu muito tanto em Maceió e principalmente no interior, gerando graves problemas de stress nos servidores do quadro e de cedidos pelas prefeituras locais. O pior de tudo é a política de recursos humanos nacional que quer instalar ponto eletrônico, sem resolver a total falta de estímulo proporcionada pelo Ministério do Planejamento: sem aumento ou reposição inflacionária salarial para os servidores de nível intermediário e auxiliar, sem aumento no auxilio  alimentação ou auxilio creche, sem redução de jornada de trabalho, sem ergonomia ou iluminação adequada aos servidores e outras mazelas patrocinadas pela insensibilidade dos gestores regionais e nacionais.

É CRÍTICA A SITUAÇÃO QUE PASSA A POPULAÇÃO DIANTE DE TANTO DESCASO COM AS INSTALAÇÕES DO MINISTERIO DO TRABALHO EM ALAGOAS !

ACESSE A MATÉRIA AQUI – CLIQUE NO LINK

Fotos da reportagem continuam  mostras das péssimas condições de trabalho na SRTE/AL.

 

 

Setorial de Federais e Coordenação dos Federais da CNTSS se reúnem em Guarulhos

Para definir estratégias e Campanha Salarial 2012

Estiveram reunidos nos dias 07 e 08 no Hotel Sables em Guarulhos, dirigentes sindicais do Setorial de Federais como também representantes da direção da CNTSS/CUT para discutir o planejamento das estratégias para este ano, como também as ações que nortearão a campanha salarial 2012.

Representando a CNTSS estiveram presentes: Terezinha Aguiar, Raimundo Cintra, Sandro Alex, Francisca Alves de Sousa, Luiz Carlos Vilar. Representando o Setorial estiveram presentes os dirigentes: Adão Pereira(BSB), Elio Araujo(MS), Joaquim A. Ferreira(SE), Mauro(PB ) e Célio dos Santos (AL).

Os trabalhos foram iniciados com Informes Gerais, na sequencia Balanços do Setorial, Campanha Nacional Salarial e Encaminhamentos.

Nas discussões alguns temas tiveram destaque entre eles o PL: 1992: que trata da regulamentação das aposentadorias complementares em tramitação no Congresso Nacional deverá ser colocado em votação no plenário do Congresso Nacional ainda no primeiro semestre; a Carreira do Seguro Social: implantação dos dois turnos de seis horas nas APS; Reinstalação do GT de Carreiras.

Outro tema abordado foi a Carreira da Seguridade Social onde as negociações na Mesa Central na SRH/MPOG estão paralisadas tendo em vista ao falecimento do Secretario Duvanier. “A CNTSS tinha uma reunião agendada para o dia 02/02 que não aconteceu e ainda não foi remarcada; também não sabemos quem será o substituto para esse cargo e vale lembrar que a SRH esta passando por uma reestruturação; quanto ao GT da Mesa Setorial da Saúde, com a Assessoria do Dieese, apresentou alguns estudos de revisão e reestruturação das tabelas salariais para negociação, conforme sugere o Termo de Acordo 2011, estão em analise e discussão; -temos informações que a Coordenadora de Gestão de Pessoas do Ministério da Saúde, Heloisa Marcolino, esta buscando uma agenda junto ao Ministro, para numa reunião da Mesa Setorial de Negociação Permanente da Saúde, assinar o Aviso Ministerial sobre a reestruturação das tabelas do PST” analisou Therezinha   Aguiar. Ainda discutiu a implantação dois turnos de 6h de  funcionamento das Agencias da Previdência Social.

Também fez parte das discussões as questões do DENASUS; Avaliação de Desempenho da Carreira do PST; Mandado de injunção; Ação Judicial impetrado por alguns Sindicatos estão com dificuldades de cumprimento da parte dos gestores nos estados, quanto o entendimento do direito dos servidores; Registro Sindical de Entidades Sindicais; GEAP; Insalubridade na Saúde.

No final dos trabalhos definiu-se o agendamento de 04 seminários estaduais:

  • Força de Trabalho no SUS em Goiânia nos dias 27 e 28/03;
  • Seminário da Carreira do INSS em Anápolis no dia 29/03;
  • Saúde do Servidor na Bahia dia 15/02;
  • Seminário em Brasília Avaliação de Desempenho (data a definido).

Em relação às estratégias para a Campanha 2012 definiu-se:

  • Atividades nos estados de lançamento da campanha salarial;
  • Campanha Nacional dos Servidores Públicos Federal;
  • Dar visibilidade na campanha na pagina da CNTSS;
  • Plenária Nacional ampliada dos Federais para discutir a campanha dia 28/02;
  • Plantão com a participação da Direção e o Setorial dos Federais da CNTSS em Brasília;
  • Reunião dos Federais cutista reunião do setor público na CUT em Brasília, no dia 13/02, às 9h;
  • Deliberação que os dirigentes e os participantes do Setorial dos federais da CNTSS participam do lançamento da campanha no dia 15/02;
  • Que a CNTSS solicite dos Sindicatos Estaduais a quantidades de Cartazes da Campanha nos estados.

 

Relatório na integra será  encaminhados, via e-mail, para todos os Sindicatos da Base da CNTSS, bem como para os participantes da Reunião.

 

Coordenação Setorial dos Federais.

Servidores federais denunciam dois anos sem aumento e vão às ruas nesta quarta-feira

Campanha Salarial 2012 reúne 30 entidades nacionais por política salarial e melhores condições de trabalho

Escrito por: Condsef

Nesta quarta-feira, 15, vai ser dada a largada para a Campanha Salarial 2012, em defesa dos servidores e serviços públicos, que este ano reúne 30 entidades nacionais em torno de sete eixos centrais. Definição de data-base para 1º de maio; política salarial permanente para o setor público; cumprimento de acordos e protocolos de intenção firmados com o governo; contra qualquer reforma que retire direitos dos trabalhadores; retirada de projetos de lei, medidas provisórias e decretos contrários aos interesses do setor público; paridade entre ativos, aposentados e pensionistas; além de reajuste de benefícios como, por exemplo, o auxílio alimentação. Unidos em torno dessas bandeiras os servidores do Executivo, Legislativo e Judiciário farão o lançamento da campanha salarial unificada deste ano a partir das 10 horas no Espaço do Servidor, ao lado do Bloco C do Ministério do Planejamento.

Haverá atividade de mobilização no local. A partir das 14 horas os servidores seguem para a Câmara dos Deputados onde vão acompanhar a retomada da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Público. A solenidade acontece no Plenário I, onde funciona a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e deve contar com a participação de diversos parlamentares. A participação em massa dos servidores é extremamente importante para assegurar o sucesso da campanha que busca atendimento de reivindicações urgentes que garantam servidores valorizados e serviços públicos de qualidade a que todos os brasileiros têm direito.

O caminho em direção ao atendimento das demandas mais urgentes dos servidores públicos não será fácil. Desde o inesperado falecimento do secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva, o governo fechou as portas para o diálogo com os servidores. Todas as discussões e processos de negociações em curso seguem estagnados. Oficinas importantes para o andamento das negociações também ainda não aconteceram. O silêncio do governo e a apatia para apresentar um novo nome que assuma as responsabilidades desempenhadas por Paiva têm provocado forte apreensão.

Para a Condsef, independente do nome que o Planejamento apresente para o cargo, o primordial é que os processos de negociação não sejam afetados e não prejudicam os diálogos firmados até aqui. A expectativa é de que as reuniões sejam retomadas com urgência e aconteçam as oficinas sobre insalubridade, gratificação de qualificação, diretrizes de carreira, gratificação de desempenho e aglutinação de cargos. A realização das oficinas é fundamental para garantir a continuidade dos processos de negociação já iniciados.

Greve geral não está descartada – A situação de indefinição no Planejamento não altera em nada a agenda de mobilização dos servidores públicos federais. Após o lançamento da campanha salarial da categoria já estão agendadas outras atividades de mobilização em todo o Brasil que vão culminar com uma grande marcha a Brasília no dia 28 de março. Caso nenhum avanço seja conquistado ao longo desse período, as entidades devem avaliar com os servidores de sua base a necessidade de se iniciar uma greve por tempo indeterminado a partir de abril.

Até agora Dilma tem mostrado que saúde, educação, e demais setores responsáveis diretos pelo atendimento à população não estão entre as prioridades do governo. A Condsef e as demais entidades nacionais que representam o conjunto dos servidores federais do Executivo, Legislativo e Judiciário, esperam que este ano o quadro seja diferente. Unidas em torno desta campanha salarial essas entidades buscam o diálogo com o governo e esperam negociar melhorias urgentes para o setor. A expectativa é de que, finalmente, o Planejamento mostre à população que ainda pode ter a esperança de contar com serviços de qualidade para os quais ela já paga caro faz tempo.

Página 317 de 322« Primeira...102030...315316317318319...Última »