Arquivo do Autor: Antonio Pereira

Reserva técnica da Uncisal realiza ato público de mobilização no dia 17 de maio pela efetivação

Em reunião com diretores do Sindrev e assessoria jurídica, uma Comissão Ampliada de trabalhadores da chamada reserva técnica da Universidade Estadual de Ciências da Saúde (Uncisal) decidiu realizar um grande Ato Público no dia 17 de maio (Quinta-feira), a partir das 10 horas, em frente ao Hospital-Maternidade Santa Mônica, como forma de mobilização para sensibilizar o Governo do Estado, Judiciário, Ministério Público, Assembleia Legislativa e sociedade alagoana como um todo da necessidade de melhoria dos serviços públicos da Saúde, a partir da efetivação da reserva técnica. A reunião aconteceu na sede do Sindprev e contou com a intermediação da diretora Olga Chagas e do assessor jurídico do Sindicato, Valdemir Agostinho.

Durante a reunião, a diretora Olga Chagas deu informe sobre o atual estágio da atualização da lotação genérica. Falou também dos avanços e desafios e dos prazos-limites para homologação dos concursados, a partir da atualização da lotação genérica da Uncisal. Olga reiterou a necessidade de forte e ampla mobilização junto aos poderes constituídos e sociedade alagoana.

Na reunião o advogado Valdemir Agostinho esclareceu sobre a existência da Reserva Técnica de 2003, com validade, mas sub judice, desde 2007 por força de decisão judicial, que, junto com a de 2014, torna o Estado autossuficiente de mão de obra legal e qualificada para moralizar o serviço público com servidores efetivos e concursados ao invés de contratações “emergenciais” e precárias. “Com isso, supera definitivamente uma cultura antiga que fere a impessoalidade no trato da coisa pública”, disse o advogado.

Ao final da reunião, foi deliberado uma jornada de luta com ampla articulação das forças proativas, Órgãos fiscalizadores e autoridades do Estado a partir de uma assembleia geral massiva que culminará num ato na Maternidade Santa Mônica, no dia 17 de maio de 2018, às 10 horas.

Gestão municipal de Piranhas deve apresentar proposta de reajuste para servidores

Nesta quarta-feira (9) a gestão municipal de Piranhas deve se reunir com a direção do SINDPREV-AL para apresentar uma proposta de reajuste salarial para a Seguridade Social (Saúde e Assistência Social). Após a reunião com a gestão, os (as) trabalhadores (as) devem realizar uma nova Assembleia para deliberar. Lembrando que o reajuste salarial referente ao ano de 2018 já deveria ter sido acertado desde o mês de abril. Os/as trabalhadores/as cobram o reajuste de 5% nos seus vencimentos.

Entenda o caso:

No dia 2 de maio a gestão se reuniu com o Sindicato, através do Secretário Municipal de Saúde, Francisco de Paula Mattos Oliveira Neto e o contador, Gilmar Cavalcante Rocha. Nesta reunião não foi apresentada nenhuma proposta concreta.

Logo após a reunião com a gestão, os servidores realizaram uma Assembleia, onde decidiram aguardar a nova reunião, mas já ficou claro que, caso não haja acordo, pode ser deflagrada uma greve.

Diretora do SINDPREV-AL participa de Encontro Internacional representando a CNTSS

A diretora do SINDPREV-AL, Livia Dias Quintela participa em São Paulo do encontro do Comitê de jovens da ISP (internacional de Serviços Público). Lívia está no evento representando a CNTSS. O Encontro acontece no período de 06 a 09 de maio.

06 de maio de 2018

09h00 às 13h30 – Reunião de Jovens da ISP Brasil e Cone Sul

15h00 às 19h00 – Reunião de Jovens da ISP Brasil

 

07 de maio de 2018

09h00 às 16h00 – Reunião do Comitê Nacional Coordenador da ISP Brasil

16h00 às 19h00 – Reunião do Comitê de Mulheres da ISP Brasil

 

08 de maio de 2018

09h00 às 13h00 – Reunião SUBREMUJ Brasil e Cone Sul

14h00 – Reunião SUBRAC Brasil e Cone Sul

 

09 de maio de 2018

09h00 às 17h00 – Reunião SUBRAC Brasil e Cone Sul

Programação

Reunião de Jovens da ISP Brasil e Cone Sul
06 de maio de 2018
Local: Hotel Braston
Endereço: Rua Martins Fontes, 330 – Consolação / São Paulo-SP
09h00 às 13h30 – Reunião de Jovens da ISP Brasil e Cone Sul
15 minutos – Pausa
Pauta:
• Apresentar o projeto em cooperação com DGB e seus objetivos
Tema do projeto: Luta contra retrocessos, fortalecendo sindicatos na promoção da
igualdade de oportunidades e combate a discriminação.
• Elaborar a proposta de trabalho para 2018 por sub-região para apresentar ao SUBRAC
13h30 às 15h00 – Almoço
15h00 às 19h00 – Reunião de Jovens da ISP Brasil
15 minutos – Pausa

Programação

Reunião do Comitê de Mulheres da ISP Brasil
07 de maio de 2018
Local: Hotel Braston
Endereço: Rua Martins Fontes, 330 – Consolação / São Paulo-SP
16h00 – Informes em geral, incluindo:
Campanhas globais do 50/50
Equidade Salarial
Convenção sobre Violência da OIT
25 de novembro
08 de março
17h00 – Diálogo sobre os impactos do golpe nas mulheres trabalhadoras e o fortalecimento da
resistência
18h00 – Composição e funcionamento do Comitê de Mulheres da ISP Brasil
18h30 – Encaminhamentos e encerramento da reunião

Agenda Provisional
SUBRAC Brasil e Cone Sul
08 y 09 de mayo de 2018

Local: Hotel Braston
Dirección: Calle Martins Fontes, 330 – Consolação / São Paulo-SP
PRIMER DIA, MARTES 8 DE MAYO
14:00 Apertura y bienvenida: lideres elegidos en el Congreso
14:15 Aprobación de la agenda, dinámica de trabajo.
14:30 Las personas por encima del lucro: balance del Congreso y prioridades en el
Plan de Acción – libre opinión y sugerencias de los participantes,
considerando la situación política de los países de las subregiones. Informe
de la coyuntura en las subregiones.
16:15 Pausa PAUSA para café
16:30 El acuerdo Unión Europea & Mercosur y otros acuerdos “comerciales” que
impactan la subregión (TISA, TPP sin USA, etc). Como el Proyecto FES nos
ayuda a enfrentar los TLCs.
17:30 Informe de los proyectos en las subregiones y como ayudaran en la
implementación del plan de trabajo. Visión general del presupuesto
subregional.
SEGUNDO DIA, MIERCOLES 9 DE MAYO
09:00 Informes y propuestas de los Comités de ISP: Mujeres, Jóvenes, Combate al
Racismo y LGBT. El nuevo proyecto DGB.
10:15 El futuro del trabajo en sector publico: como enfrentar ese tema?
11:00 Pausa
11:15 Política de crecimiento: como avanzar con la ISP en los países de la subregión.
Temas de afiliación.
12h30 Almuerzo
14:00 El IAMRECON 2019 – como organizar, fecha, cronograma, temas centrales,
reuniones previas, propuesta de resolución como el plan de trabajo regional,
patrocinios, etc.
16:00 Pausa
16:15 Aprobación final de las prioridades para la subregión.
17:00 Fin de los trabajos

 

Diretores do SINDPREV visitam postos de Saúde de Maceió

Dando seguimento às visitas periódicas aos locais de trabalho, os diretores Juarez Teixeira e Alvaro Mazonni estiveram nesta segunda-feira (7) visitando o Posto Durval Cortez para informar a categoria sobre as ações judiciais em andamento e também sobre a reunião do Conselho Municipal de Saúde, que deve acontecer nesta terça-feira (8), tendo como pauta o desmantelamento por parte da Prefeitura de Maceió do Programa Saúde da Família (PSF).

Logo após a visita ao Posto do Prado, os diretores foram para o Posto do Sítio São Jorge para dar continuidade ao trabalho de conscientização das bases do SINDPREV-AL quanto a necessidade de luta em defesa da Saúde Pública.

CNTSS/CUT se reúne com presidente do INSS e cobra retomada das negociações e o cumprimento dos acordos de greve

Foram dois dias de mobilizações em Brasília que permitiram o retorno do diálogo sobre reivindicações dos servidores; atividades tiveram apoio do deputado federal Vicentinho
Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

Os servidores públicos federais do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social demonstraram mais uma vez que a persistência na luta traz os resultados esperados. Depois de verem por três vezes adiadas agendas de reuniões solicitadas com o presidente do Instituto, Francisco Paulo Soares Lopes, as entidades dos trabalhadores – CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social e FENASPS – Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social –  furaram o bloqueio de resistência na terça-feira, 24/04, e foram recebidas por Lopes para discutir sobre extensa pauta de reivindicações.

 

A “saga” dos trabalhadores teve início com a ocupação, na manhã da terça-feira, da sede do INSS, em Brasília, por um grupo de servidores para protestar e pleitear uma Audiência com Francisco Lopes, e se estendeu até o dia seguinte, 25/04, com a conquista de agenda para reunião com os técnicos da DGP – Diretoria de Gestão de Pessoas do INSS. A Confederação foi representada por sua secretária de Comunicação, Terezinha de Jesus Aguiar, e pelo dirigente do SINSS/SP – Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no Estado de São Paulo, Valdir Sabino.

 

De acordo com a secretária da CNTSS/CUT, a iniciativa da mobilização teve por finalidade cobrar do presidente do INSS a retomada das negociações e o cumprimento dos acordos de greve. O debate sobre temas como implantação do GT e do Comitê Gestor da Carreira, a defesa do Serviço Social no INSS e a contratação de novos servidores estava paralisado desde janeiro deste ano, fato que foi duramente criticado pelos dirigentes da Confederação. Terezinha Aguiar reiterou a posição da Confederação de que haja investimentos em infraestrutura e mão de obra para recuperação das condições e relações de trabalho. A CNTSS/CUT aproveitou a oportunidade e entregou ao presidente do INSS Ofício nº 003/2018 onde reafirma as principais reivindicações e cobra o cumprimento do acordo de greve de 2015 e o acordado em reunião de 19 de dezembro de 2017, através do oficio 024/17, de 19 de dezembro de 2017 (veja anexo abaixo).

 

A manifestação dos trabalhadores contou com o apoio do deputado federal pelo PT de São Paulo, Vicente Paulo da Silva, Vicentinho, integrante da Frente Parlamentar em Defesa do Serviço Público e da CTASP – Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público. O envolvimento do deputado foi importante para a conquista da agenda com Francisco Lopes para o final da tarde, momento em que também acompanhou os trabalhadores.

Trabalhadores cobram respostas

Na reunião, o presidente do INSS foi acompanhado por Alexandre Guimarães, DGP – Diretoria de Gestão de Pessoas; Ilton José Fernandes, diretor de Atendimento – DIRAT; Alessandro Roosevelt, diretor de Benefícios – DIRBEN; e representantes do corpo técnico do INSS. Francisco Lopes deu início aos trabalhos respondendo sobre os itens da pauta de reivindicações do Seguro Social que foi entregue em fevereiro deste ano com questões gerais e específicas.

 

Lopes expressou que temas pertinentes ao cumprimento de itens presentes no Acordo de Greve de 2015 como o Comitê Gestor sobre Plano de Carreira, a devolução de valores descontados na greve de 2009, os descontos dos dias de paralisações das últimas greves, Adicionais de Qualificação e incorporação da GDASS necessitam de interação com o Ministério do Planejamento e não poderiam ser resolvidos apenas por sua área. A mesma situação diz respeito à contratação de novos servidores por meio de concursos públicos. Números indicam que em 2002 existiam 45 mil servidores do quadro do Seguro Social, hoje tem cerca de 30 mil, mas com uma perspectiva de 16 mil aposentadorias de servidores até 2020.

 

O problema das condições de trabalho foi levantado pelos representantes dos servidores. O presidente afirmou que está ciente do problema e que estuda a possibilidade de contratação de novos estagiários para dar apoio aos servidores. Avalia que o apoio na triagem inicial para recepção, entrega e digitalização de documentos ajudará os demais profissionais. A Confederação demonstrou discordar por entender que o primeiro atendimento é muito importante e requer qualificação para evitar retrabalho. Outro ponto de discordância diz respeito a estratégia do INSS que visualiza o uso da terceirização nas pontas e área meio como forma de obter mais servidores em análises nas Agências.

 

Lopes informou que pretende discutir com o Ministério do Desenvolvimento Social a questão das gratificações, destacando a dificuldade de conseguir preencher cargos de chefia por conta dos baixos valores. Também está buscando soluções para garantir melhor estrutura nas unidades de trabalho a partir da autorização de venda de imóveis para obtenção de recursos visando investimentos. Disse que solicitou parecer à Procuradoria para incluir novas Agências no REAT. Informou que existem 55 unidades que possuem condições de funcionar no modelo e não foram efetivadas por conta de o sistema estar fechado. 

O presidente do INSS mencionou que para qualificar ainda mais o Programa INSS Digital está providenciando a compra de equipamentos e novos contratos para melhorias dos links para uso de internet. O projeto de mudança de todos os links de internet custará cerca de R$ 50 milhões A CNTSSCUT reafirmou sua posição sobre este assunto em que aponta a precariedade nas condições e relações de trabalho e na própria dificuldade de acesso e utilização das novas tecnologias pelos beneficiários do sistema. Para a implementação do Teletrabalho, o presidente do Instituto informou que aguarda uma reunião com o TRF da 4º Região para homologação de sistema de gestão de serviço eletrônico. Ao ser questionado sobre SIASS, informou que, devido a uma portaria conjunta, tudo que envolva a parte médica deve ser reportada ao Ministério do Desenvolvimento Social.

Clique aqui e veja a íntegra do ofício entregue ao presidente do INSS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

« Entradas mais antigos Entradas recentes »