Arquivo da categoria: Notícias

Agentes de Saúde de Cajueiro suspendem entrega da produção até que a gestão cumpra acordo

Indignados com a falta de cumprimento de acordo da regulamentação e repasse do Incentivo Adicional, os Agentes de Saúde de Cajueiro decidiram, em Assembleia Geral realizada nesta quarta-feira (12) suspender a entrega da produção até que a gestão cumpra sua obrigação. Ficou acertado que caberá ao SINDPREV-AL encaminhar ofício à gestão municipal informando sobre a decisão da Assembleia.

Pauta de Reivindicações

Na mesma Assembleia foi aprovada a pauta da campanha salarial/2019, pleiteando a reposição das perdas inflacionárias dos anos de 2017, 2018 e 2019.

 

SINDCANTO – Coral do SINDPREV-AL – faz apresentação especial na APS/INSS Tabuleiro e emociona servidores e segurados

Em uma apresentação especial, o SINCANTO (Coral do SINDPREV-AL) emocionou os segurados e servidores da APS/INSS Tabuleiro. A apresentação foi seguida de um delicioso lanche oferecido pelos servidores da APS aos coralistas. Como integrantes do Coral, participaram as Diretoras Marlene, Selma e Maria Moura.

Trabalhadores não aceitam aumentos abusivos e propõem novas tabelas de preço em reunião da Mesa de Negociação da GEAP

Estudo da Consultoria contratada pelas lideranças dos trabalhadores traz nova proposta para cobrança do Plano, forma de rateio com governo e participação no GT de governança corporativa da GEAP
Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

O aumento abusivo nos Planos de Saúde da GEAP – Autogestão foi tema de nova rodada da Mesa Nacional de Negociações envolvendo as entidades representativas dos servidores federais e representantes da direção da Instituição. O encontro, que aconteceu na sede da GEAP, em Brasília, no último 04 de dezembro, reuniu lideranças da CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, FENASPS – Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, ANFFA Sindical – Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários e CONDSEF – Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal.

 

Na oportunidade, os trabalhadores reiteraram os questionamentos contrários aos aumentos abusivos nos Planos de Saúde contidos no Ofício nº 180/2018, de 03 de setembro último, que apresenta exemplos de dados conflitantes e ausência de critérios técnicos para elaboração das tabelas de preços estipuladas pela GEAP. De acordo com o documento, são inexplicáveis, por exemplo, os índices de 678,98% a 831,02% propostos pela GEAP justificando a inflação no período de 2009 a 2018.

 

De acordo com Terezinha de Jesus Aguiar, secretária de Comunicação da CNTSS/CUT, o estudo presente no Ofício entregue pelos trabalhadores tem por finalidade explicitar a completa ausência de solidariedade e razoabilidade no atual modelo de cobrança estabelecido pela GEAP. “Queremos, com isso, apontar critérios que possam conduzir para uma situação contributiva mais adequada aos assistidos da GEAP. É um cenário preocupante e sobretudo com a previsão de mais um aumento abusivo na ordem de 20% para 2019,” destaca.

 

Os trabalhadores também entregaram o resultado do estudo realizado pela Consultoria Rodarte & Nogueira. Identificado como “Precificação de Novo Produto para os Beneficiários da GEAP”, o relatório se baseou nos históricos dos Planos “GEAP Saúde II” e “GEAP Família” no período dos últimos três anos de aumentos abusivos. Situação que levou à saída de mais de 50 mil vidas do Plano “GEAP Saúde II” e mais de 21 mil do “GEAP Família”, além de buscar garantir a permanência dos atuais titulares. (veja íntegra do relatório anexo abaixo).

 

Os consultores observaram o perfil etário dos beneficiários, dos subsídios variáveis, em função da faixa etária e salarial, que são repassados pelo MPDG – Ministério do Planejamento e Desenvolvimento e Gestão e as despesas operacionais, administrativas e financeiras. Também foi questionado o atual modelo de governança em que o poder de decisão sobre os rumos do Plano de Saúde fica por conta do governo, por possuir o voto de Minerva.

 

A partir deste trabalho, a consultoria sugere que as entidades dos trabalhadores indiquem as seguintes propostas:

 

  • Redução em 13,55% incidente na tabela de 2018, com validade até janeiro de 2020. Isto implica afirmar que no ano de 2019 não haverá reajuste nas mensalidades.
  • Acordo entre as partes de extinção das Ações Judiciais.
  • Rateio paritário (entre governo e servidores) dos valores necessários à cobertura do capital de solvência. Do lado dos servidores, estes aportes seriam de R$ 35,00 por mês, em 24 meses, totalizando R$ 226 milhões, e o governo assumiria o mesmo valor.
  • Participação das entidades nacionais representativas dos servidores, de forma paritária, no GT – Grupo de Trabalho de Governança Corporativa, a ser constituído após publicação do capital de solvência com base nos riscos da ANS ou na própria Resolução que dispõe acerca dos parâmetros mínimos de Governança Corporativa a ser observado pela operadora do Plano de Saúde.

 

Foi definido que os técnicos da GEAP irão se debruçar sobre o documento produzido pela Consultoria Rodarte & Nogueira para se pronunciar posteriormente. Uma nova rodada de negociações deve acontecer já no próximo dia 11 de dezembro, novamente na sede da GEAP, em Brasília.

 

A secretária da CNTSS/CUT acredita que ainda há muito diálogo pela frente para se chegar a uma reestruturação adequada do Plano. Destaca que os trabalhadores terão uma nova conjuntura a partir de janeiro com o novo governo que assumirá, cujas perspectivas não são nada favoráveis. Tanto ela quanto o secretário de Organização da Confederação, Raimundo Cintra, que também esteve na reunião, estão mobilizando as entidades filiadas à CNTSS/CUT para uma ampliação da participação na próxima rodada.

Clique aqui e veja a íntegra do Relatório da Rodarte & Nogueira

Clique aqui e veja a íntegra do Relatório Mesa Negociação GEAP

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

Sindicato realiza Assembleia no HDT para tratar de Insalubridade, novas ações judiciais, filiações e campanha salarial/2019

Em Assembleia realizada nesta quinta-feira (6) com os trabalhadores do Hospital Helvio Auto (HDT), os diretores do SINDPREV-AL, Olga Chagas e Ivanildo Marques apresentaram um extensa lista de temas como informes para a categoria.
Foi discutido a situação atual da questão da Insalubridade e as inúmeras vitórias obtidas nos últimos dois anos (2017/18) e a possibilidade de novos processo judiciais para buscar na Justiça o retroativo da Insalubridade.

PCC da Uncisal

Os servidores do HDT foram informados que o Projeto do Plano de Cargos e Carreiras da UNCISAL já foi entregue na Secretaria de Planejamento (SEPLAG) e deve ser encaminhada ao governador do Estado, que por sua vez vai mandar para a Assembleia Legislativa. Portanto, é importante que todos fiquem cientes da necessidade de pressão na ALE para a efetiva aprovação do PCC.

REDE CEGONHA

Olga e Ivanildo fizeram os esclarecimentos necessários sobre a questão da Gratificação Rede Cegonha, recentemente conseguida, com sua ampliação para mais de 200 servidores.
Os sindicalistas deixaram claro que o trabalho do Sindicato foi e sempre será para garantir direitos para os trabalhadores e nunca retirar.
No caso específico da Rede Cegonha, o Sindicato agiu em busca de garantir que todos os servidores pudessem ter direito, nunca o SINDPREV-AL cogitou ou compactuou com qualquer tipo de redução nos valores recebidos.

FELICITAÇÕES

Durante a Assembleia vários servidores procuraram o Sindicato para se associar, inclusive alguns parabenizaram o SINDPREV-AL pela abnegação e luta em defesa da categoria.

DATA-BASE

Como estamos no final do ano, o SINDPREV-AL chamou a atenção dos trabalhadores do HDT quanto a necessidade de mobilização permanente na busca para garantir novas conquistas salariais e de carreiras. Assim, foi feito o primeiro chamamento para a organização de forte campanha salarial em 2019.

PRESENÇA NA BASE

Os diretores do SINDPREV-AL se comprometeram em organizar uma agenda de visitas aos locais de trabalho para dar os informes necessários e manter a base mobilizada.
Esta agenda de visitas deve ser divulgada a partir de janeiro de 2019.

SINDPREV-AL intensifica ações em Arapiraca, Traipu e Coité do Noia

Com o objetivo de aproximar a base e garantir novas conquistas, a direção do Núcleo Regional do SINDPREV-AL de Arapiraca realizou diversas atividades na sede do Núcleo e também nas cidades de Coité do Noia e Traipu.

Em Arapiraca foram realizadas visitas aos locais de trabalho, tendo registrado novas adesões ao Sindicato com novos associados no CAPS Terceiro Centro de Saúde, UBS Canaã, UBS Capim e UBS Vila São Francisco.

Coité do Noia 

Na cidade de Coité do Noia foi realizada uma importante Assembleia da categoria, onde os trabalhadores reivindicam a correção do Adicional noturno, abono família, PCCV, Laudo de insalubridade, melhores condições de trabalho e EPIS.

Na oportunidade foi protocolado ofício solicitando reunião com a gestão municipal.

Traipu

No município de Traipu a direção Regional e municipal do SINDPREV-AL realizou audiência com a gestão, onde ficou acertado que a gestão encaminhará ainda essa semana o Projeto de Lei de Incentivo do Adicional dos ACS e ACE para a Câmara de Vereadores. A gestão também se comprometeu em enviar Projeto de Lei que regulamenta o PMAQ.
Na mesma reunião, a gestão apresentou impacto financeiro do plano de cargos e carreiras e vencimentos, na oportunidade ficou agendado para o dia 24/01/2019 outra audiência para tratarmos da implantação do PCCV.

« Entradas mais antigos Entradas recentes »