Arquivo da categoria: Estadual

Concursados da Reserva Técnica da Uncisal exigem contratação imediata

Dezenas de trabalhadores concursados da chamada Reserva Técnica da Uncisal realizaram um ato público de protesto pela contratação imediata. O ato aconteceu em frente ao Hospital de Doenças Tropicais (HDT) nesta quarta-feira (11) tendo total apoio do SINDPREV-AL. Eles cobram a nomeação dos candidatos aprovados no concurso público de 2014, com validade até 2019.

A principal vitória nesta manifestação foi o fato do reitor da Uncisal, Henrique de Oliveira Costa ter feito uma reunião com os integrantes da Reserva Técnica e se comprometido em encaminhar para a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (SENGE) o estudo sobre o redimensionamento das vagas existentes na Uncisal. Com este estudo será possível estabelecer as necessidades com a contratação dos concursados. O reitor fez questão de dizer na reunião que o ato de nomeação é de responsabilidade do Governo do Estado e que a Uncisal não tem autonomia para as contratações. A pró-reitora de Gestão de Pessoas da Uncisal, Margareth Tavares também esteve presente à reunião com os concursados.

Vale registrar que no ato estavam profissionais não só da Saúde, mas de várias outras profissões, cujos profissionais foram aprovados no concurso.

Pelo SINDPREV-AL participaram do ato e da reunião com o reitor os diretores: Célio dos Santos, Olga Chagas, Valda Lima e Chico Mata (também representante do Conselho Estadual de Saúde).

Organizações Sociais gerenciando órgãos públicos

Durante o ato os trabalhadores denunciaram a entrega de órgãos públicos por parte do Governo do Estado as Organizações Sociais (OSs), que nada mais são do que a privatização do serviço público, principalmente na área de saúde. O Governo de Alagoas publicou decreto direcionando uma OS para gerenciar o Hospital da Mulher. Há informações ainda extra-oficiais de que a intenção do governador é entregar outros órgãos da Saúde para gerenciamento através das Organizações Sociais, como: Hospital de Rio Largo e até o novo hospital Metropolitano.

Os trabalhadores e usuários do serviço de saúde não podem deixar que a saúde seja tratada como mercadoria, o que ocorre inevitavelmente com o controle da iniciativa privada sobre o setor. Não se pode permitir que a classe trabalhadora sofra tamanho ataque de seus direitos, desde os usuários dos serviços que passarão a ser atendidos a partir de metas e não de suas necessidades, e até os trabalhadores do setor saúde que perdem sua autonomia no trabalho, têm seus direitos flexibilizados e não possuem mais estabilidade no emprego.

Dessa forma, é preciso lutar contra a privatização e mercantilização da saúde; contra as OSs, OSCIPs e Fundações Estatais de Direito Privado; contra a extinção dos servidores públicos da saúde, flexibilização dos direitos dos trabalhadores da saúde e contratação por regime CLT; contra a lógica empresarial na saúde; e contra as metas.

Servidores cobram governador Renan Filho regulamentação da carreira de apoio à Saúde e denunciam desabastecimento da Nutrição e Dietética da UE do Agreste

Na manhã desta quarta-feira vários servidores da Unidade de Emergência Daniel Houly (UE do Agreste) aproveitaram a presença do governador Renan Filho (PMDB) ao Hospital para exigir a regulamentação do processo de desenvolvimento na carreira dos profissionais de apoio à saúde. Além disso, os trabalhadores denunciaram o desabastecimento do setor de Nutrição e Dietética, levando ao sofrimento os pacientes da UE.

A diretora do SINDPREV-AL, Verônica abordou o governador e fez o relato dos problemas enfrentados diariamente pelos profissionais da UE do Agreste.

Ao final da conversa com os trabalhadores o governador se comprometeu tem publicar no Diário Oficial o Decreto de Regulamentação dos Servidores de Apoio à Saúde. O Decreto está publicado na edição desta quinta-feira (5) do Diário Oficial do Estado.

Veja fax simile da publicação:

 

Nota de Falecimento: Estevão Oliveira

É com muito pesar que o SINDPREV-AL informa o falecimento do líder do movimento social, Estevão Oliveira (54 anos), vítima de um câncer fulminante.

Estevão foi um dos primeiros presidentes da União dos Estudantes Secundaristas de Alagoas (UESA) após a ditadura militar. Ele também foi diretor destacado da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e da União da Juventude Socialista. Como dirigente partidário, Estevão Oliveira fez parte do Partido Comunista do Brasil  (PCdoB) e Partido dos Trabalhadores (PT), do qual foi presidente do Diretório Municipal de Maceió.

O velório do militante social acontece no Cemitério Memorial Parque, localizado no Benedito Bentes. O sepultamento está marcado para às 17 horas de hoje.

Estevão Oliveira (primeiro da esquerda em pé) durante prisão de vários militantes por participação na Greve Geral da década de 80.

Leia alguns depoimentos nas redes sociais de pessoas que lutaram com Estevão:

Célio dos Santos – Presidente do SINDPREV-AL

Em 1985 disputei minha primeira eleição, Grêmio estudantil da escola Moreira e Silva, ao lado do Companheiro Estevão visitando todas as salas de aula, no final uma grande vitória contra a chapa apoida pela direção do escola, depois de longos 33 anos ele continuava com o mesmo entusiasmo pela luta de classe.
Companheiro Estevão PRESENTE!

Sandra Lira – Professora

“Estevão Oliveira, militante político desde o movimento estudantil secundarista, revolucionário, dedicou-se à luta pela transformação social. Nos deixou na noite dessa terça (29.05.18) após resistir bravamente ao processo de doença.
Dá vontade de dizer: “Estevão deixa de brincadeira, levanta daí.” Mas o fluxo da Vida girou mais uma vez seu ciclo: vida/morte. E lá se vai Estevão deixando uma imensa lacuna em nós e o exemplo de desprendimento, determinação e uma alegria e leveza juvenil que ele manteve ao longo da vida. E que esteja na luz e na paz.”

Manasses – Diretor do Sindprev

Conheci Estêvão em 1989,quando participei do grêmio livre na escola moreira e silva,ele na direção da UESA e cordenador da UJS,tive boas aulas de lideranca e a inspiração para a luta.Vai em paz guerreiro.

Ronaldo Alcântara – Diretor do Sindprev

Minha geração está virando marcos na estrada da história a iluminar e apontar o caminho que devemos seguir. Estêvão cumpriu o seu papel com honra e muita dignidade. Estêvão foi um grande companheiro, um amigo que sempre tinha uma palavra de otimismo ornada por um sorriso que nos trazia muita confiança. Um grande Camarada.😔 Sentiremos sua falta. Que sua alma encontre descanso.

Meus pêsames à Bethânia e a todos os seus amigos de infância e militância no movimento estudantil. Estêvão foi um professor de política.

Antonio Pereira – Jornalista

Lamentável. Perdemos um herói do povo brasileiro. Estevão dedicou toda sua vida na luta por uma sociedade igualitária. Que seu espírito revolucionário permaneça, principalmente agora em tempos de nevoeiro.

Flávio Miguel – Jornalista

A tristeza é fato. Só que não podemos deixar ela nos abater. Tenho certeza que não é assim que o Camarada Estevão Oliveira gostaria de nos ver reagir agora. Exemplar militante, começamos juntos no movimento estudantil secundarista. Militamos no mesmo organismo, na mesma célula. Iniciamos nossa vida política no Partido Comunista do Brasil (PC do B) e depois no Partido dos Trabalhadores (PT). Apesar dos caminhos diferentes postos pela vida, estivemos sempre do mesmo lado. Para o Camarada Estevão a opção de desistir nunca existiu. O seu exemplo era o de lutar por um mundo melhor. Fica sua lição de vida. Estevão presente!!!

José Roberto Amaral – Ex-presidente do Sindicato dos Bancários

Estevão eu conheci na militância no PCdoB. Poucos, em minha vida, conheci com tamanha abnegação. Que espírito permanente de Luta. Ainda por cima, para uma pontinha de inveja minha, demonstrava o equilíbrio, generosidade e paciência aliados à sua firmeza ideológica, alguns atributos nos quais sempre tive debilidades.

Abriu mão, Estevão, de qualquer projeto pessoal de vida. Sua existência sempre foi dedicada integralmente ao coletivo.
Que exemplo nos deixa tão brilhante figura humana. Hoje, minha alma está profundamente triste. A única forma de homenagear e fazer valer sua trajetória de vida, é não deixar baixar a guarda nunca, na árdua luta pela construção de uma sociedade justa e igualitária.
Estevão, amigo e camarada, você me inspira e me fortalece. Muito triste hoje. Nunca te esqueceremos.

Pedro Cabral – Arquiteto – Professor da Ufal
Thomaz Beltrão – Engenheiro – Ex-vereador de Maceió

Estevão sempre foi um militante leal. De extrema cordialidade. Esta é uma triste notícia. Morreu muito jovem. Sem palavras para o amigo.

É com enorme tristeza que informamos o falecimento de um grande revolucionário alagoano,Estevão Oliveira. Ainda jovem secundarista enfrentou com bravura a ditadura militar. Prosseguiu com intensa militância a vida inteira integrando a esquerda alagoana. Foi membro do PC do B e mais recentemente do Partido dos trabalhadores. O mínimo que se pode dizer de sua trajetória de vida é que foi um militante brilhante e defensor intransigente de um mundo melhor. ESTEVÃO OLIVEIRA, PRESENTE!!!

Carlos Amaral – Jornalista

Na noite desta terça-feira (29), Estevão Oliveira faleceu em decorrência de complicações após ser operado de um tumor na cabeça. Para mim, ele sempre foi uma referência. Quando iniciei militância política – hoje estou afastado de tudo por causa da minha profissão – , Estevão foi o cara que sempre nos guiava, orientava e, por muitas vezes, se preocupava mais com as nossas tarefas do que nós mesmos. Quando uso o “nós” me refiro a quem participava comigo dos movimentos de juventude, estudantil e partidária. 

 

 

SINDPREV-AL participa de reunião com os servidores do Centro Especializado de Reabilitação da Uncisal para tratar da Insalubridade

O SINDPREV-AL participou na sexta-feira (25) de uma reunião com trabalhadores do Centro Especializado de Reabilitação da UNCISAL para tratar sobre a implantação do Adicional de Insalubridade para os servidores que atendem pacientes com quadros insalubres e que ainda não foram contemplados com o recebimento da gratificação.

O diretor do SINDPREV-AL, Ivanildo Marques esclareceu sobre a dualidade conflitante dos pareceres do novo laudo técnico emitido pelo NAIST e questionado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e SEPLAG.

Ficou acertado na reunião que as questões serão apresentadas em reunião a ser agendada com a Assessora da SEPLAG, Emanuele Trindade que vem dando encaminhamentos aos processos.

A reunião contou com a participação dos novos filiados que compõe a equipe do CER III.

SINDPREV-AL realiza grande ato pela contratação imediata da reserva técnica da UNCISAL

Dando demonstração de força, dezenas de trabalhadores/as da Saúde e da chamada reserva técnica da UNCISAL realizaram um grande ato de protesto nesta quinta-feira (17) em frente ao Hospital Maternidade Santa Mônica. O ato contou com as presenças dos diretores Célio dos Santos (presidente), Olga Chagas, Valda Lima e Leonardo.

A principal reivindicação é pelo cumprimento do acordo firmado com o governador Renan Filho (MDB) e SINDPREV-AL para a contratação dos concursados. Para isso, é necessário que o governo do Estado encaminhei um projeto para a Assembleia Legislativa oficializando as contratações. Este acordo foi firmado no mês de abril deste ano, mas devido a morosidade, pouco ou nada foi feito para que as contrações fossem realizadas. O concurso tem validade até 2019.

O projeto para a contratação da reserva técnica precisa sair da Uncisal e seguir para a Seplag (Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio). Após esta fase, o governador deverá encaminhar um projeto de lei para a Assembleia Legislativa criando os cargos, visando à efetivação, inclusive, garantindo o funcionamento dos leitos neonatais na Santa Mônica.

O ato também serviu para o SINDPREV-AL denunciar as contratações irregulares que o governo do Estado está fazendo na saúde estadual. Atualmente, mais da metade dos profissionais da Saúde estão com contratos precarizados, muitos sem qualquer garantir legal dos seus direitos trabalhistas.

Gratificação Rede Cegonha

O ato também serviu para que os trabalhadores da Saúde que atuam na Santa Mônica denunciassem o não recebimento da Gratificação Rede Cegonha desde 2016.

 

 

« Entradas mais antigos