Arquivo da categoria: Estadual

20 de novembro: Dia da Consciência Negra

Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro em todo o território nacional.

A data faz referência ao dia da morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo de Palmares, que lutou ara preservar o modo de vida dos africanos escravizados que conseguiam fugir da escravidão.

Importância do Dia da Consciência Negra

A importância da data está no reconhecimento dos descendentes africanos na constituição e na construção da sociedade brasileira.

Os principais temas que podem ser abordados nessa data são o racismo, a discriminação, a igualdade social, a inclusão do negro na sociedade, a religião e cultura afro-brasileiras, dentre outros.

Como surgiu o Dia da Consciência Negra?

Durante o governo Lula (2003-2010), a Lei nº 10.639 de 9 de janeiro de 2003, determinava a inclusão da temática “História e Cultura Afro-Brasileira” no currículo escolar.

Nesse mesmo documento, ficou estabelecido que as escolas iriam comemorar a consciência negra:

Art. 79-B. O calendário escolar incluirá o dia 20 de novembro como ‘Dia Nacional da Consciência Negra’.”

No entanto, foi somente no governo de Dilma Rousseff e através da Lei nº 12.519 de 10 de novembro de 2011, que essa data foi oficializada.

Nesse documento foi criado o “Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra”, sem obrigatoriedade de que ele fosse feriado.

Quem foi Zumbi dos Palmares?

Zumbi, o líder dos Palmares
Representação de Zumbi, o líder dos Palmares

Popularmente chamado de Zumbi dos Palmares, ele foi o último dos líderes do Quilombo dos Palmares, localizado no atual estado de Alagoas, durante o período colonial.

Filho de africanos escravizados e nascido nesse quilombo, Zumbi foi educado por um sacerdote e depois retornou ao seu local de nascimento. Ali, lutou para que o quilombo não fosse destruído pelos colonizadores que consideravam um perigo aquela reunião de negros libertos.

Em 1695, com 40 anos, Zumbi foi assassinado pelo capitão Furtado de Mendonça, a mando de Domingos Jorge Velho. Foi decapitado e sua cabeça levada para Recife onde ficou exposta em praça pública.

Frases sobre a Consciência Negra

  • Os negros no Brasil nascem proibidos de ser inteligentes.” (Paulo Freire)
  • O preconceito da raça é injusto e causa grande sofrimento às pessoas.” (Voltaire)
  • Eu tenho um sonho. O sonho de ver meus filhos julgados por sua personalidade, não pela cor de sua pele.” (Martin Luther King Jr.)
  • Enquanto imperar a filosofia de que há uma raça Inferior e outra superior, o mundo estará permanentemente em guerra!” (Bob Marley)
  • Nossa pretensão é de uma sociedade não racial. Não é uma questão de raça; é uma questão de ideias.” (Nelson Mandela)
  • Não lutamos por integração ou por separação. Lutamos para sermos reconhecidos como seres humanos.” (Malcon X)

Uncisal confirma Implantação da Gratificação Rede Cegonha em novembro/2018 para servidores do Hospital Santa Mônica

Em reunião realizada na quinta-feira (11) na UNCISAL com a participação do SINDPREV-AL e uma comissão de servidores ficou acertado que a partir do mês de novembro/2018 haverá o pagamento da Gratificação Rede Cegonha dos servidores do Hospital Santa Mônica. Sendo assim, os servidores do Hospital Santa Mônica, que não estavam incluídos, agora receberão normalmente a Gratificação.
A reunião na UNCISAL teve a participação de Paulo Sérgio, Chefe de Gabinete, Joseval Azevedo, coordenador setorial de Planejamento Finanças e Contabilidadede da UNCISAL, uma comissão de servidores (Breitner, Eriberto, Herika, Kemmy, Vanessa, Claudinete, Everton e Daniele), além da diretora do SINDPREV-AL, Olga Chagas (Comunicação).

Entenda o processo:
Desde que assumiram em Agosto de 2017, os novos servidores concursados da Santa Mônica deram entrada nos processos da Gratificação de Insalubridade e também da chamada Rede Cegonha, já que não estavam tendo um tratamento isonômico como os demais servidores. Infelizmente, estes servidores não conseguiram sucesso na ação. Diante da situação, o SINDPREV-AL foi convocado por um grupo de servidores em Abril de 2018 para intermediar uma solução junto a direção da UNCISAL.
O SINDPREV-AL foi à luta em defesa dos seus associados, participando de várias reuniões com a gestão da UNCISAL e setor financeiro da Santa Mônica, buscando solucionar o caso. Em todas as reuniões, os gestores se comprometeram em resolver a questão, solicitando um determinado tempo para analisar os cálculos do impacto financeiro e detalhes administrativos que o caso exigia. Após este prazo acordado entre as partes, o SINDPREV-AL pode anunciar aos seus associados mais essa vitória com a Implantação da Gratificação da Rede Cegonha que contempla 136 servidores.
O SINDPREV-AL destaca o compromisso do reitor Henrique de Oliveira Costa e sua equipe em dar celeridade a estes processos.

Destaque
É importante destacar que o SINDPREV-AL vem somando significativas vitórias através do diálogo e respeito recíproco entre a gestão e os servidores. Entendemos que essa é a melhor forma de conseguir êxito nas negociações, agindo com transparência, compromisso e responsabilidade. Agradecemos a todos os servidores da Santa Mônica que nos confiaram essa missão. Seguiremos unidos e fortalecidos para protagonizar outras lutas que estão por vir.

SINDPREV-AL realiza curso de formação para as direções regionais de Arapiraca e Palmeira dos Índios

Mais um curso de formação foi realizado pelo SINDPREV-AL, desta vez voltado para o aperfeiçoamento das direções regionais de Arapiraca e Palmeira dos Índios.

Foram várias discussões, divididas por assunto, como a visão dos trabalhadores/as sobre a conjuntura política atual; sobre as eleições e suas consequências para a sociedade e em particular os/as trabalhadores/as. A famigerada Reforma Trabalhista do governo ilegítimo de Michel Temer (MDB) e seus reflexos negativos para os/as trabalhadores/as e todo o movimento sindical também foi tema de reflexão.

Foi realizada ainda uma roda de conversa dobre a questão de gênero, com dinâmicas e diálogos.

SINDPREV-AL realiza debate sobre os perigos da implantação das OSs no serviço público alagoano

O SINDPREV-AL promove nesta segunda-feira (24) um debate sobre os perigos da implantação das Organizações Sociais (OSs) no serviço público, como está sendo realizada no Hospital Ib Gatto Falcão (Rio Largo).

Participa do debate a professora da UFAL, Sandra Lira e as diretoras Valda Lima e Lucia Maria Santos. Outros diretores também participam da atividade, como: Lourival Marques (Lorão), Sidines Silva e Alvaro Mazzoni. O assessor jurídico do SINDPREV-AL, Valdemir Agostinho também participa do debate.

O debate acontece no auditório do SINDPREV-AL.

« Entradas mais antigos