Arquivo da categoria: DestaquesCentral

Plebiscito Nacional sobre o Fim do Imposto Sindical, nesta sexta-feira (13), no vão livre do MASP

Presidente e dirigentes da CUT e de diversos sindicatos de São Paulo estarão na Av. Paulista conversando com a população e coletando votos

Escrito por: CUT Nacional

Nesta sexta-feira (13) às 12h, no vão livre do MASP, na Av. Paulista, em São Paulo, a CUT realiza um grande ato de coleta de votos para o Plebiscito Nacional sobre o Fim do Imposto Sindical.

 

No local, os trabalhadores serão informados sobre os objetivos da campanha, receberão material informativo e poderão depositar seus votos na urna.

 

O Plebiscito foi lançado no dia 26 de março e vai até o dia 30 de abril. Em todo o país, as urnas estão sendo colocadas nos sindicatos, nas portas das fábricas e em locais de grande concentração de pessoas, para que os trabalhadores e trabalhadoras possam opinar se querem ou não o fim do imposto sindical – desconto obrigatório de um dia de salário por ano de todos os trabalhadores com carteira assinada, independentemente de serem associados ao sindicato de sua categoria.

 

Para mais informações, clique no link a seguir: http://diganaoaoimposto.cut.org.br/

30H JÁ PARA ENFERMAGEM NÃO PARAR DIA 11 EM BRASÍLIA

DATA: 11.04.12

HORÁRIO: 9 às 13h

LOCAL: Esplanada dos Ministérios

09:00 – Concentração – Esplanada dos Ministérios

10:00 – 13:00 – Abertura do Ato: 30h Já para Enfermagem não Parar

 

– Fala dos Representantes das Centrais Sindicais: CUT, CTB eFORÇA SINDICAL

– Fala dos Representantes das Entidades Nacionais e Estaduais

– Parlamentares

– Caminhada ao Anexo II

 

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL:

– Animação: Anjos da Enfermagem

– Escola de Samba

PROGRAMAÇÃO DA PASSEATA

DATA: 11.04.12

HORARIO: 13:00 às 14:00

TRAJETO: Esplanada dos Ministérios a Câmara dos Deputados

 

PROGRAMAÇÃO DA AUDIÊNCIA PÚBLICA

DATA: 11.04.12

HORÁRIO: 14:00 às 16:30

LOCAL: Auditório Nereu Ramos

 

14:00-15:30h: Mesa de Abertura: Solange Caetano (FNE), Manoel Neri (COFEn), Ivone Cabral (ABEn), João Rodrigues (CNTS), Maria Godoi (CNTSS), José Antônio Costa (Anaten), ENEEnf, Deputada Rosane Ferreira, Deputada Carmem Zanotto, CUT e CTB.

– Convidados: Deputada Rejane Almeida (RJ), Deputada Gorete Reis (SE), Deputada Vitor Paulo, Deputada Valéria Macedo (MA), Deputada Ana Paula Lima (SC)

15:30-16:30: Condições de Trabalhado da Enfermagem X Adoecimento – Enfª Drª Vanda Elisa Andres Felli – Debatedora – Deputada Rejane de Almeida. Mediadora Deputada Gorete Reis

16:30-17:30h: Quanto vale o voto da Enfermagem? – Enfª Solange Caetano – Mediadora Deputada Ana Paula Lima (SC)

 

17:30h- Encerramento Entrega Moções e Audiência com Presidente da Câmara com pedido de colocar na ordem do dia e votação do PL.

 

 Fórum Estadual das 30 Horas Já!

SINDESC organiza caravana rumo à Brasília para pressionar aprovação do PL 2295/2000 que regulamenta jornada de 30h semanais para a saúde.

Escrito por: SINDESC

 Dia 11 de abril, quarta-feira, várias entidades sindicais da saúde do país estarão reunidas em Brasília a partir da 9h da manhã em frente à Esplanada dos Ministérios e seguirão em caminhada para o Congresso Nacional para o Ato de Mobilização para as 30h semanais para enfermagem, com a participação de representantes do SINDESC.

Em todos os eventos nacionais e regionais em defesa dos trabalhadores, o sindicato se faz presente sendo representando por sua diretoria e conselho de base. Neste dia haverá audiência pública das 14h às 16h, no auditório Nereu Ramos da Câmara e os trabalhadores estarão concentrados para cobrar do governo e dos deputados a aprovação do projeto em regime de urgência.

O SINDESC fez coleta de assinaturas nas últimas semanas para mobilizar a base e levar à Brasília, além dos materiais de divulgação que circularam nos hospitais. Continue nesta luta, faça seu papel de cidadão. Acesse o site www.camara.gov.br e veja a relação dos deputados e seus e-mails, envie sua mensagem e cobre para que seja aprovado o projeto. Acompanhe as mobilizações do seu sindicato.

Sindieletro-MG repudia demissões arbitrárias na Cemig Serviços

Para a entidade, é inaceitável que superintendentes recebam altas gratificações enquanto trabalhadores são demitidos

Escrito por: Sindieletro-MG

O Sindieletro vem a público repudiar as demissões arbitrárias de trabalhadores da Cemig Serviços, subsidiária do grupo Cemig. Esta semana um eletricitário de Patos de Minas e outro de Montes Claros foram colocados no olho da rua. Desde o início do mês já foram cinco demissões, todas pelo mesmo motivo: perseguição política. Os trabalhadores demitidos eram reconhecidos como lideranças dos eletricitários.
Para o Sindicato é inaceitável que, enquanto os superintendentes da Cemig D e GT estão recebendo R$ 300 mil a título participação nos lucros e resultados, trabalhadores da Cemig S, aprovados em concurso público e com salário médio de R$ 800, continuem sendo demitidos.
O Sindieletro está tomando as medidas cabíveis para reverter essas demissões arbitrárias na Cemig e levará a denúncia para todos os espaços que houver.
Pedimos o apoio à população e aos movimentos populares para essa luta. Envie correspondência ao presidente da Cemig, Djalma Bastos de Morais, pedindo o fim das demissões na empresa. O endereço é Avenida Barbacena, 1200 – Santo Agostinho – Belo Horizonte/ MG. Cep: 30.190-131.

Manifestação no município de Contagem rechaça demissão em massa e redução salarial na ArcelorMittal

Metalúrgicos realizam assembleia também nesta sexta (9) para votar estado de greve

Escrito por: Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem

O Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem realizará às seis horas da manhã desta sexta-feira (9) uma grande manifestação na portaria da ArcelorMittal, em Contagem- BH ,em protesto contra as demissões em massa e a redução dos salários que está acontecendo na empresa.

 

No mesmo dia, às 8h e às 16 horas serão realizadas assembleias com os trabalhadores da empresa na sede do Sindicato (Camilo Flamarion, 55, Jardim Industrial), para votar o estado de greve e definir os encaminhamentos que serão adotados a partir de agora.

 

O ambiente na Trefilaria – unidade da empresa em Contagem, é péssimo e os trabalhadores, principalmente os mais antigos, estão bastante preocupados, pois mais de 500 trabalhadores foram demitidos nos últimos meses, a maioria deles com mais de 10 e 20 anos de casa.

 

A empresa está demitindo os trabalhadores mais antigos e contratando novos, com salários até 70% inferiores aos que eram praticados na empresa, com intuito de cortar custos para aumentar seus lucros. A atitude da empresa, além de preocupação, está causando revolta e uma greve geral pode acontecer a qualquer momento.

 

Várias autoridades prometeram comparecer na manifestação para dar o seu apoio aos trabalhadores. Sindicatos do interior do estado e da região metropolitana também estarão presentes para reforçar a atividade. Há um temor muito grande de enfrentamento entre manifestantes e a polícia, já que a PM mostrou que está do lado dos patrões e deve fazer de tudo para tentar impedir a manifestação.

Página 246 de 248« Primeira...102030...244245246247248