Beneficiários lotam agências

Boato sobre o fim do programa de transferência de renda provoca tumulto em Alagoas

 

Por: MAURÍCIO GONÇALVES – REPÓRTER

21/05/2013

 

Foi um Deus nos acuda. O boato sobre o fim do Programa Bolsa Família assustou o país, durante o fim de semana. Foi preciso uma mobilização do governo federal, Caixa Econômica, Ministério Público e das prefeituras para acalmar o público. Até ontem, ainda chegavam mães  desesperadas, comfilhos no colo, a agências bancárias, casas lotéricas e caixas eletrônicos para entender direito o que está acontecendo. Na dúvida, elas queriam garantir o último saque do benefício.

“Os vizinhos me contaram que o Bolsa Família só ia ter este mês, principalmente o meu, que ainda não foi cadastrado. Estou com medo, vim aqui na Caixa do Farol, mas o sistema está fora do ar, agora vou a pé até a outra agência, que fica pra lá do Cepa (vizinho ao Shopping Farol)”, revela a dona de casa Edlene de Moraes. Acompanhada das três filhas, ela não desistiu de fazer a jornada, mesmo diante da notícia de que era um boato. “Eu faço tudo com esse Bolsa Família, compro a feira, a roupa das minhas filhas, o material escolar, se acabar, estou perdida”.

O tumulto foi grande no sábado. De repente, multidões de beneficiários do programa lotavam terminais de autoatendimento. Houve registros de confusões, brigas, tentativas de saques e furtos. Segundo a Caixa Econômica, o problema foi mais crítico na região Nordeste, com tumulto registrado em 9 agências de Alagoas, 15 da Bahia, 14 de Pernambuco, 18 da Paraíba, 34 do Ceará, 8 do Piauí e 13 do Maranhão.

Matéria retirada do Jornal Gazeta de Alagoas on-line..
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *