Diretora do SINDPREV-AL representa CNTSS em Seminário no Rio Grande do Sul

A diretora do SINDPREV-AL, Alessandra Rocha participou nos dias 21,22 e 23 de novembro de 2018 de um seminário, realizado em Porto Alegre (RS) e organizado pela ISP – Internacional de Serviços Públicos (Federação sindical internacional, sindicato global, para os/as trabalhadores/as de serviços públicos). O Seminário teve como tema: ‘Nosso país na contramão: Enquanto o mundo reestatiza, o Brasil privatiza’.

Alessandra Rocha esteve no evento representando a CNTSS/CUT no Comitê de Jovens da ISP/Brasil.

O Seminário teve como pauta a conjuntura política Brasileira após as eleições: resistindo as privatizações e ataques aos movimentos sociais, com exposição e debates palestrantes deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) e Denise Motta Dau, secretária subregional da ISP Brasil
Também foi discutido o cenário das reestatizaçoes no mundo: combatendo o discurso privatista – Palestrante Gabriel Casnsti- coordenador de comércio e tributação da ISP Interamericas
Por fim, o cenário das relações de trabalho com as reformas e privatizações no Brasil e impactos para a juventude – palestrantes Ricardo Carneiro – LBS advogados e Instituto Lavoro e Lúcia Garcia do DIEESE

Comitê de Jovens da ISP/Brasil

Alessandra também participou da reunião do Comitê de Jovens da ISP/Brasil, onde foram passados os informes das entidades filiadas; o histórico do tema jovens na ISP Brasil: desde 2006 e apresentação do plano de trabalho anterior fruto do seminário de Florianópolis 2017 Composição e funcionamento do comitê de jovens da ISP Brasil

SAIBA MAIS SOBRE A ISP/BRASIL

A ISP agrupa 635 sindicatos filiados em 156 países. Juntos, estes sindicatos representam mais de 20 milhões de trabalhadores/as de serviços públicos, que prestam serviço na administração pública, nos serviços sanitários e sociais, nos serviços municipais e das empresas de serviços públicos, como água, saneamento, energia elétrica , limpeza urbana, dentre outros.

A ISP trabalha pela defesa dos interesses dos/as trabalhadores/as do serviço público. Desde sua fundação em 1907, a ISP vem coordenando as lutas dos/as trabalhadores/as do setor público pela defesa de seus direitos, da justiça social e econômica e da qualidade e acessibilidade dos serviços públicos. A ISP é uma organização independente e representa oficialmente os/as trabalhadores/as do setor público na OIT (Organização Internacional do Trabalho) e tem status consultivo diante do ECOSOC (Conselho Econômico e Social da ONU) e status de observador diante de outras organizações como a UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento) e OMC( Organização Mundial do Comércio).

A ISP trabalha em estreita colaboração com os sindicatos filiados para defender e estender os direitos dos/as trabalhadores/as, particularmente a liberdade sindical, o direito a negociação coletiva, assim como a igualdade de gênero, a equidade e a diversidade.
A sede internacional da ISP está situada em Ferney-Voltaire, próxima da fronteira franco-suiça e de Genebra. A ISP dispõe de escritórios regionais e sub-regionais nos seguintes países: Barbados, Bélgica, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, Índia, Japão, Líbano, Malásia, Nova Zelândia, República Checa, Romênia, Rússia, Sul da África, Togo e Ucrânia.

A ISP do Brasil, com sede em São Paulo, representa os setores de: água/saneamento, energia, municipais, saúde, seguridade social, limpeza urbana. Hoje são 24 entidades filiadas.

Print Friendly, PDF & Email

Um comentário

  • ANDREIA MALTA BRANDAO RODRIGUES

    Parabéns Alessandra. Nesses tempos sombrios que estamos enfrentando, onde o fascista Bolsonaro escolhe as figuras mais atrasadas para compor seu desgoverno a fim de impor a sua agenda ultraliberal sustentada pela burguesia e governo dos Estados Unidos, toda mobilização será sempre importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *