Governador se defende da acusação de improbidade

Teotonio Vilela Filho lamentou ação do MP/AL e prometeu provar improcedência

Da Redação
05 Setembro de 2013

Por meio de nota oficial, o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) defendeu-se da acusação de improbidade administrativa movida pela 19ª Promotoria de Justiça da Capital. Teotonio disse que não foi notificado ainda sobre a ação que culpa-o pela condição degradante da Educação estadual.

Por meio de nota oficial, governador pronunciou-se citando investimentos. Foto: Adailson Calheiros

Conforme esclarece o comunicado, o Executivo estadual vem fazendo os investimentos devidos para recuperar a Educação Estadual.

“É de conhecimento público o esforço e a prioridade que tem dado para reestruturação e melhoria setor, encontrado, ao assumir o Governo, em situação inteiramente desorganizada, com escolas caindo aos pedaços e sem nenhuma estrutura tecnológica, professores desmotivados e servidores da área administrativa sem nenhuma perspectiva funcional”, consta no material distribuido pela Comunicação do Governo.

Do ponto de vista da valorização dos servidores, ainda de acordo com a Comunicação, “o governador viabilizou a isonomia dos professores, concedeu o piso salarial nacional aos professores do Ensino Médio, aprovou o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) do pessoal administrativo e concedeu o rateio dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para todos os professores da ativa e aposentados em 2011”.

Vilela salientou ainda que já autorizou a realização de concurso público para contratação de 3.200 professores e 56 servidores, tendo convocado já 4.234 monitores aprovados em processo seletivo simplificado.

O Governo reforçou que vem conduzindo de forma democrática as questões da Educação, inclusive, com a participação do MP Estadual. O Palácio enfatiza que, no momento devido, serão apresentadas as instâncias competentes a improcedência da denúncia.

 

Reprodução Tribuna Hoje.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *