Arquivo da categoria: Estadual

Diretores do SINDPREV-AL visitam LACEN e HGE

lacen5

lacen 8 refeito lacen 9 refeito  lacen2 lacen3 lacen4 lacen5 lacen6 lacen7 refeito

Os diretores do SINDPREV-AL, Ivan Marques (Jurídico) e Olga Chagas (Comunicação) estiveram nesta segunda-feira (30) visitando o Laboratório Central de Alagoas – LACEN, onde participaram de uma reunião com os/as trabalhadores/as, esclarecendo pontos da ação que garante o pagamento da Insalubridade nas férias e Licenças Médicas. Os diretores também aproveitaram a oportunidade e falaram sobre a importância da sindicalização e da força que atualmente tem o SINDPREV-AL na defesa dos interesses dos/as trabalhadores/as da Seguridade Social, particularmente dos/as trabalhadores/as da Saúde Estadual.

O diretor Jurídico Ivan Marques fez todos os esclarecimentos possíveis quanto as questões vinculadas as ações judiciais e também os próximos passos na Justiça.

Olga Chagas falou sobre o momento atual, apontando a necessidade de mobilização da categoria contra as famigeradas reformas do governo ilegítimo do Sr. Michel Temer. Olga alertou sobre os perigos aos direitos dos trabalhadores em geral e, principalmente, dos servidores públicos quanto as reformas Trabalhistas e da Previdência Social.

HGE

A visita ao Hospital Geral do Estado, também na segunda-feira, teve o mesmo enredo: Onde foram esclarecidos pontos da ação para garantir o pagamento da Insalubridade; Sobre a necessidade de filiação, fortalecimento do Sindicato e mobilização contra as reformas de Temer.

Tanto no LACEN quanto no HGE foram feitos vários pedidos de filiação ao Sindicato.

SINDPREV-AL se reúne com direção da SESAU

sesau

Os diretores do SINDPREV-AL, Célio dos Santos, Ivanildo Marques, Valda Lima e Olga Chagas participaram nesta sexta-feira (27) de uma reunião com a direção da Secretaria de Saúde Estadual de Alagoas (SESAU) para tratar de demandas encaminhadas pelos trabalhadores da Unidade de Saúde Dom Miguel Fenelon Câmara, em Chã da Jaqueira.

Pela SESAU participaram: Laura Adélia, José Edson, Antonia de Melo, Arachele Loureiro.

A demanda apresentada pelos trabalhadores da Unidade de Saúde são sobre horários de trabalho, como: Escala de Trabalho, Registro de Ponto, entre outros. Esta demanda é resultado de uma das visitas de diretores do Sindicato à Unidade de Saúde.

Uma das solicitações dos trabalhadores para flexibilização do horário em locais de difícil acesso foi acatada pela gestão da SESAU. As outras demandas ficaram para serem analisadas pela SESAU.

sesau sesau2 sesau3 sesau4

Diretor do SINDPREV-AL participa de Seminário sobre Orçamento Público em Saúde

chico

O diretor do SINDPREV-AL, Francisco Mata, representando o Conselho Estadual de Saúde, participa nos dias 26 e 27 (quinta e sexta) do Seminário de Atualização do Sistema de Informação sobre Orçamento Público em Saúde – SIOPS. O evento acontece no Auditório do Tribunal de Contas e no Laboratório de Informática da SESAU.

chico chico3 chico4 cnkcl

CNTSS/CUT e FENASCE defendem agentes de saúde contra nova PNAB em reunião de Comissão do Cons. Nac. de Saúde

Nova versão da PNAB atinge frontalmente os agentes comunitários de saúde por tornar facultativa a presença deste profissional na equipe do Programa Saúde da Família
Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT
A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social e a FENASCE – Federação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias fazem a defesa da manutenção do trabalho dos agentes de saúde dentro da estratégia do Programa Saúde da Família em reunião de órgão do CNS – Conselho Nacional de Saúde. A iniciativa aconteceu durante o encontro da CIRHT – Comissão Intergestores de Recursos Humanos e Relações do Trabalho realizada de 16 a 18 de outubro, em Brasília, que entre os pontos de sua pauta considerou o debate sobre a Nova PNAB – Política Nacional de Atenção Básica.
A Confederação é representada neste espaço por sua Tesoureira, Célia Regina Costa, também dirigente do Sindsaúde SP. A CIRHT reúne trabalhadores e usuários, Centrais Sindicais, ministérios e entidades governamentais, Federações e Confederações dos trabalhadores com o objetivo de pensar políticas e programas cuja execução envolva áreas ligadas ao SUS – Sistema Único de Saúde. Atua também na perspectiva da organização intersetorial, buscando, entre outras atribuições, pensar a formação em recursos humanos em saúde, gestão do trabalho e educação e política de recursos humanos para a área.
A Reunião Ordinária do CNS, de 05 e 06 de outubro, também discutiu as implicações da Nova PNAB. Na ocasião, os representantes das 48 entidades participantes do órgão debateram o projeto do Decreto que barra a Nova PNAB e que foi protocolado em 03 de outubro na Câmara dos Deputados. Publicada em portaria pelo governo federal em setembro, a reformulação da PNAB vem sofrendo severas críticas dos movimentos sociais, pesquisadores, trabalhadores da saúde e o próprio CNS, por serem contrários à medida do Ministério da Saúde.
Para o presidente da FENASCE, Fernando Cândido, que fez a intervenção na reunião da CIRHT em defesa dos agentes de saúde, a postura do governo de apresentar uma proposta como esta da Nova PNAB sem o debate com os trabalhadores, usuários e entidades defensoras do SUS é inadmissível. A proposta do governo reconhece outros modelos de Atenção Básica, inclusive o tradicional, que podem receber financiamento federal e competir com a estratégia do PSF – Programa Saúde da Família. Em uma política de corte de gastos que atingem os governos, isto pode significar menos recursos para o PSF.
“Essa nova versão da PNAB atinge frontalmente os agentes comunitários de saúde por tornar facultativa a presença deste profissional na equipe do Programa Saúde da Família. Isto acontece porque não define o quantitativo mínimo de ACSs por equipe e por restringir sua atuação apenas a situações localizadas consideradas vulneráveis ou com risco epidemiológico. Ao estimular outros modelos de Atenção Básica, a proposta permite novas alternativas que não contemplem os agentes. Este trabalhador ajudou a consolidar o Saúde da Família com um programa de excelência, ” afirma Cândido.
Página 4 de 176« Primeira...23456...102030...Última »