Pesquisa revela ‘retardo’ no ensino público de Alagoas

Estudantes do Estado ingressam no Ensino Médio sem qualquer preparo

 

Por: ISAAC MORAES – REPÓRTER

17/04/2013

 

A informação é complementar à divulgada pelo Censo 2010 do IBGE no início do mês, sobre os péssimos índices da educação em Alagoas.

Em levantamento feito pela Fundação Lemann, 57% dos alunos alagoanos que estão concluindo o 9º ano, última série do Ensino Fundamental antes de migrarem para o Ensino Médio, concluem o período sem saber conteúdos que deveriam dominar já na 5º ano.

A pesquisa teve como base os índices da Prova Brasil, teste aplicado a cada dois anos para os alunos de 5º e 9º anos de escolas públicas brasileiras. As médias de desempenho no Exame, somadas aos índices de aprovação obtidos a partir do Censo Escolar, compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de cada escola e município.

Os estudos mostram que em Alagoas mais da metade dos estudantes foi para o Ensino Médio sem saber, por exemplo, localizar informações em um gráfico – algo básico para crianças que estão migrando para o 6º ano.

Outros Estados do Norte e Nordeste, como Amapá e Maranhão, também foram enquadrados como locais de maior retardo no aprendizado de alunos do Ensino Fundamental.

Ao todo, as regiões possuem 4 anos de atraso em relação às regiões Sul e Sudeste.

Matéria retirada do Jornal Gazeta de Alagoas Online.
Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *