Policiais federais de Alagoas analisam calendário de mobilizações e possibilidade de greve

Categoria em todo o País aguarda até segunda quinzena de maio para deliberar sobre paralisação

 

Por Teresa Cristina

24/04/2013

 

Agentes, papiloscopistas e escrivães da Polícia Federal poderão entrar em greve na segunda quinzena de maio. Esse é o prazo pedido pelo Governo para que a categoria aguarde uma proposta as reivindicações apresentadas. Em Alagoas, integrantes do Sindicato dos policiais federais do estado (Sinpofal), se reúne hoje è noite para deliberar sobre o calendário de ações proposto nacionalmente.

Tomé Cavalcanti, presidente do Sinpofal

Tomé Cavalcanti, presidente do Sinpofal, explicou que é prematuro afirmar que haverá uma paralisação, mas garantiu que esta possibilidade está sendo estudada em todos os estados do País. O sindicalista disse também que a reivindicação da categoria continua sendo a reestruturação das carreiras.

“Não posso dizer que terá greve a partir de amanhã. A Federação Nacional dos policiais federais (Fenapef) está discutindo o assunto, uma parte da base quer greve a outra está esperando para ver o que o Governo apresenta”, disse o presidente do Sinpofal.

Sobre o fato de a greve estar programada para antes da Copa das Confederações, evento que utilizará o serviço da Polícia Federal, Cavalcanti afirmou que não existe essa relação entre os fatos.

Greve anterior

No dia 07 de agosto do ano passado, os policiais deflagraram greve. Em15 de outubro, após a realização de assembleias, a categoria resolveu voltar ao trabalho. A decisão da retomada das atividades aconteceu depois de uma conversa com o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.

Mesmo em greve, os policiais federais trabalharam nas eleições, que aconteceram no dia 07 de outubro.

 

Matéria retirada do Site Cada Minuto.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *