Prefeitos de Piaçabuçu e Tanque d’Arca são acusados de desvio de R$ 5 milhões

Polícia Federal realiza na manhã desta terça-feira uma operação nos municípios

Da Redação
04 Jun de 2013

Agentes da Polícia Federal em Alagoas estão cumprindo na manhã desta terça-feira (4), trinta mandados de busca e apreensão, além de mais 34 mandados de condução coercitiva, quando uma pessoa é levada à força por uma autoridade policial ou judiciária.

Foto: Divulgação

O intuito da operação é combater supostos desvios de recursos públicos nas prefeituras de Piaçabuçu, no Litoral Sul e Tanque d´Arca, no Agreste alagoano. Os prefeitos Dalmo Santana Jr (PSB) e Ronei Tadeu Valença (PMDB), segundo as investigações policiais, são acusados no desvio de R$ 5 milhões.

De acordo com a assessoria da PF, serão afastados dos cargos 26 funcionários das cidades, bem como os prefeitos. Cumprem os mandados 130 Policiais Federais e dez auditores da Controladoria Geral da União (CGU), divididos em 30 equipes.

Às 10h, os delegados responsáveis pela ‘Operação Capibe’, Igor Romário de Paula e Jorge Eduardo, e o superintendente da PF, Omar Gabriel Haj Mussi, concederão entrevista coletiva na sede da Superintendência em Jaraguá.

O nome da operação faz alusão à língua ‘Romani’, falada pelos ciganos que fundaram Tanque d´Arca, e quer dizer mentira.

Em Maceió

Os policiais federais também estão em Maceió. Os agentes cumprem mandados nos bairros da Ponta Verde, área nobre da capital, e no Farol, mais precisamente na Gruta de Lourdes.

 

Matéria retirada do Site Tribuna Hoje.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *