Prefeitura anula concurso público de Boca da Mata, em Alagoas

Decreto diz que houve irregularidades na contratação da empresa.
Concurso já havia sido suspenso pelo Ministério Público de Contas.

13/03/2013 10h20 – Atualizado em 13/03/2013 10h23

Carolina SanchesDo G1 AL

 

O prefeito da cidade de Boca da Mata, em Alagoas, Gustavo Dantas Feijó (PDT), antecipou-se a uma possível recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e anulou o concurso público municipal realizado no ano passado. Com a decisão, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), os inscritos terão de fazer outra prova para concorrer às 183 vagas disponibilizadas em diversos setores da Prefeitura.

A publicação diz que a anulação do concurso público foi motivada por irregularidades na contratação da empresa responsável pelo planejamento, organização e realização das provas e processamento do resultado do concurso.

O concurso foi realizado em maio do ano passado e, um mês depois, foi suspenso pelo Ministério Público de Contas (MPCO). A decisão alegou que o motivo da suspensão foi porque a empresa responsável pelo concurso, Master Consultoria de Negócios Ltda., era alvo de denúncias de supostas irregularidades.

O processo que analisa os indícios de irregularidades ainda está em tramitação no TCE. A Prefeitura Municipal determinou a anulação do certame antes mesmo da conclusão das investigações.

Segundo a publicação, a empresa “não observou o princípio da igualdade ao analisar os casos dos candidatos Maria Alessandra Vieira da Silva, Renata Rodrigues Martins e Marcos José Vieira da Silva, restando na impossibilidade da primeira e do último em concorrer a uma das vagas do concurso público deste município”.

O decreto diz ainda que fica assegurado aos candidatos que se inscreveram no concurso o reembolso do valor pago à Master Consultoria.

A reportagem do G1 entrou em contato com representantes da Master Consultoria de Negócios Ltda., mas eles informaram que ainda não foram comunicados da decisão. Em uma nota no site, a empresa diz que “cumpriu todos os procedimentos e prazos legais de sua competência, tendo entregue o seu resultado na sede administrativa do Município no dia 29.01.13, com cópia para as autoridades competentes”.

Matéria retirada do Portal G1-Al

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *