Servidores públicos ocupam Ministério da Saúde em Alagoas

Sintsep criticam decisão do TCU e dizem que servidores recebiam planos econômicos nos salários desde 2004

 

Gazetaweb

03/06/2013

 

Dezenas de servidores públicos federais ligados ao Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal em Alagoas (Sintsep), que representa a categoria, ocuparam, na manhã desta segunda-feira (03), a sede do Ministério da Saúde do Estado de Alagoas, no bairro do Farol, em Maceió. O protesto ainda deve contar com o apoio de trabalhadores rurais sem terra e o clima é de tensão no local.

Segundo o sindicato, o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a retirada de planos econômicos dos salários de servidores públicos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Com isso, quase 100 pessoas foram afetadas pela decisão em Alagoas, conforme informou Jorgelson Veras, presidente do sindicato.

“Tem pai de família que está desesperado. Tem gente pensando em se matar. Queremos resolver isso de forma pacífica, mas, se isso não for possível, ninguém sabe o que pode acontecer aqui”, afirmou Veras, acrescentando que os servidores recebiam o benefício nos salários desde 2004. Porém, com a retirada – determinada pelo TCU no mês passado -, os funcionários da Funasa afirmam terem sido pegos de surpresa.

“Só saíremos daqui quando uma ordem judicial, que vai de encontro à decisão do Tribunal de Contas, for cumprida, já que o valor precisa ser incorporado ao vencimento de cada trabalhador”, complementou Jorgelson.

 

Matéria retirada do Portal Gazeta Web.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *