SINDPREV-AL realiza grande ato pela contratação imediata da reserva técnica da UNCISAL

Dando demonstração de força, dezenas de trabalhadores/as da Saúde e da chamada reserva técnica da UNCISAL realizaram um grande ato de protesto nesta quinta-feira (17) em frente ao Hospital Maternidade Santa Mônica. O ato contou com as presenças dos diretores Célio dos Santos (presidente), Olga Chagas, Valda Lima e Leonardo.

A principal reivindicação é pelo cumprimento do acordo firmado com o governador Renan Filho (MDB) e SINDPREV-AL para a contratação dos concursados. Para isso, é necessário que o governo do Estado encaminhei um projeto para a Assembleia Legislativa oficializando as contratações. Este acordo foi firmado no mês de abril deste ano, mas devido a morosidade, pouco ou nada foi feito para que as contrações fossem realizadas. O concurso tem validade até 2019.

O projeto para a contratação da reserva técnica precisa sair da Uncisal e seguir para a Seplag (Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio). Após esta fase, o governador deverá encaminhar um projeto de lei para a Assembleia Legislativa criando os cargos, visando à efetivação, inclusive, garantindo o funcionamento dos leitos neonatais na Santa Mônica.

O ato também serviu para o SINDPREV-AL denunciar as contratações irregulares que o governo do Estado está fazendo na saúde estadual. Atualmente, mais da metade dos profissionais da Saúde estão com contratos precarizados, muitos sem qualquer garantir legal dos seus direitos trabalhistas.

Gratificação Rede Cegonha

O ato também serviu para que os trabalhadores da Saúde que atuam na Santa Mônica denunciassem o não recebimento da Gratificação Rede Cegonha desde 2016.

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *