Bancários do BB protestam em todo país por mudança no plano de funções

Em Dia Nacional de Luta, funcionalismo mostra que não aceita perdas impostas com o novo plano

 

Escrito por: Contraf-CUT com sindicatos

Os funcionários do Banco do Brasil realizaram atos, protestos e paralisações de agências em todo o país, nesta quarta-feira (20), contra o novo plano de funções comissionadas imposto unilateralmente pela empresa e que traz prejuízos aos trabalhadores, como as reduções das gratificações de funções. O Dia Nacional de Luta foi indicado pelo Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT.

As manifestações aconteceram em cidades como São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador, Campo Grande, Fortaleza, Recife, Teresina, Cuiabá, Boa Vista, Recife, Campinas, Campos, São Caetano, Dourados, Criciúma, São José (SC), Igrejinha (RS) e Passo Fundo (RS).

“Sindicatos de todo o país atenderam ao chamado do Comando Nacional. Mais uma vez fica demonstrada a insatisfação dos trabalhadores com a implantação unilateral do plano de funções que prejudica a todos. A forte adesão dos bancários justifica-se ainda pelo assédio moral e o desrespeito do banco no trato diário com os trabalhadores”, avalia William Mendes, secretário de Formação da Contraf-CUT e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB.

O dirigente da Contraf-CUT elenca ainda uma série de arbitrariedades do banco que atingem negativamente a vida do trabalhador. “Utilização do saldo de folgas sem a concordância dos bancários, demissões de funcionários concursados por ato de gestão (sem processo administrativo com ampla defesa), ingerência que ocorreu apenas na época neoliberal da década de 1990, reestruturações com remoções e descomissionamentos, assédio moral institucionalizado por não cumprimento de metas”, cita Mendes. “O BB implantou uma agenda negativa contra o trabalhador”.

As medidas afetam também o funcionamento das atividades do banco. “A cada semana recebemos denúncias de novas medidas que afetam a vida e o funcionamento do banco. Os próprios administradores têm exposto que suas atividades estão sendo prejudicadas por redução de despesas”, afirma Mendes.

“O movimento sindical vai aumentar a intensidade das manifestações e mobilizações até que o banco e o governo revertam esse processo”, adianta o dirigente da Contraf-CUT.

Reivindicação 

“Queremos abrir um processo de negociações, a fim de apontar os problemas existentes no plano de funções e buscar reverter os prejuízos, uma vez que não houve diálogo com as entidades sindicais e, se não ocorrerem mudanças, o BB corre o risco de ver dobrar o seu passivo trabalhista nos próximos anos”, afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional.

O funcionalismo do BB já fez dois dias nacionais de luta, em 7 de fevereiro e 20 do mesmo mês. As entidades sindicais já entregaram documentos com denúncias ao BB à presidenta Dilma Roussef, ao assessor especial da Secretaria Geral da República, José Lopez Feijóo, ao Departamento e Controle das Empresas Estatais (Dest) e ao Congresso Nacional.

Confira a repercussão em algumas cidades:

Funcionários do Banco do Brasil paralisam agências para forçar negociação

Bancários de São Paulo protestam em 25 agências do BB contra plano de funções

Bancários paralisam agências do BB em Brasília no Dia Nacional de Luta

Bancários do Rio protestam contra plano de funções do Banco do Brasil

Em BH, bancários do BB param agência contra Plano de Funções

Bancários do BB param unidades em Fortaleza e denunciam plano de funções

Bancários protestam na Bahia contra o plano de funções do Banco do Brasil

Bancários do BB param agências em Recife e denunciam plano de funções

Dia Nacional de Luta no BB tem protesto em Curitiba contra plano de funções

Bancários paralisam agências do BB em Campinas contra plano de funções

Bancários do BB de São Caetano paralisam agências no Dia Nacional de Luta

Bancários de Cuiabá protestam no Banco do Brasil contra plano de funções

Bancários de Florianópolis param agência do BB contra plano de funções

Bancários param agência do BB em Campo Grande contra plano de funções

Bancários paralisam atendimento do BB de Criciúma contra plano de funções

Bancários de Teresina pressionam Banco do Brasil contra plano de funções

Bancários do BB de Dourados protestam contra plano de funções

Bancários do BB de Campos paralisam agência em Dia Nacional de Luta

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *