Arquivo da categoria: Federal

Nota de Falecimento. Martha Betânia Costa Pereira

marta3

marta3marta2

É com pesar que o SINDPREV-AL informa o falecimento da funcionária do INSS, Martha Betânia Costa Pereira, cujo corpo está sendo velado na Capela 2 do cemitério Parque das Flores. O sepultamento será realizado às 17:00.

Veja depoimentos de colegas do INSS publicados nas redes sociais:

‘Perdemos mais uma lutadora. Betânia nos deixou para se transformar em uma estrela a brilhar no firmamento, iluminando os nossos caminhos e nossas próximas batalhas. Sempre lembrarmos dela em nossas próximas atividades, com muito carinho, saudade e respeito. Que descanse em paz, guerreira. Sua luta continuará… Até a vitória!’

‘Uma guerreira, na vida e na morte. A primeira pessoa com quem trabalhei. Uma referência de lutadora em todos os sentidos. Uma pessoa muito inteligente e sensível!’

‘Muito triste.😢😢😢 além de guerreira , Marta Betânia tinha habilidades técnicas e interpessoais. Dona de uma simpatia e gentileza. Uma pessoa iluminada. Cumpriu a sua jornada terrena. Agora descansa em paz nos Braços do pai’.

‘Tinha uma alegria no rosto , que trazia a beleza da alma. Vá em paz amiga’.

 

Diretor do SINDPREV-AL participa de reunião da CNTSS com nova direção do INSS

O diretor do SINDPREV-AL, Ronaldo Alcântara participa nesta terça-feira (19) de uma reunião com a CNTSS/CUT e a nova direção do INSS. A reunião será realizada em Brasília, a partir das 16 horas.

A intenção do representante do SINDPREV-AL é de ouvir quais são as ideias que esta nova direção pretende implementar no INSS. Após ouvir atentamente o que eles têm a falar, os dirigentes sindicais devem se posicionar, reafirmando a nossa PAUTA DE REIVINDICAÇÕES, inclusive com todos os pontos pendentes da última GREVE da categoria.

Veja abaixo na íntegra a orientação do SINDPREV-AL:

Iremos reafirmar nossa PAUTA DE REIVINDICAÇÕES com todos os pontos remanescentes da nossa última GREVE, que ainda estão pendentes de cumprimento. Além disso, é nossa intenção apresentar os pontos que são fundamentais para nossa categoria, tais como, o reconhecimento e a valorização dos servidores que integram a Carreira do Seguro Social, responsáveis pelo atendimento diário de milhões de segurados em mais de 1700 Agências em todo o país. Frente a isso, reafirmaremos a reivindicação de um Plano de Cargos e Carreiras e a implementação de uma Gratificação de Incentivo à Qualificação – GQ como já existe em outras categorias; A correção dos valores da Cesta Social – Auxílio Creche e Alimentação, e a diferença de correção da inflação do último período, entre outros pontos, tão igualmente relevantes.

Convênio garante que sócio do SINDPREV-Alagoas pode usar Clube do SINDSPREV-Pernambuco

recife

Um convênio garante que os associados ao SINDPREV-AL terão acesso ao Clube do SINDSPREV de Pernambuco. Para ter esse acesso o associado interessado terá que procurar o SINDPREV-AL e solicitar uma autorização. Maiores informações, ligue: (82) 2123 9494

clube recife

Clique aqui e conheça o CFL de Pernambuco

Conselheiros da GEAP desmentem imprensa sobre reajuste dos planos

geap

Conselheiros eleitos da GEAP reiteram desconhecer os percentuais de 61% divulgados pelo Correio Brasiliense
Escrito por: GEAP

Os conselheiros eleitos do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal da GEAP (Conad/Confis) e os próprios assistidos da GEAP foram surpreendidos, no dia 05 de dezembro, com a notícia publicada no Blog do Servidor, do Correio Brasiliense, assinado pela jornalista Vera Batista, informando que a GEAP iria reajustar em 61% os planos de saúde.

Queremos informar a todos que, até a presente data, a direção executiva da GEAP não apresentou quaisquer informações técnicas a respeito de qualquer tipo de reajuste para o ano de 2018. Sabemos que, por determinação legal, tal estudo terá que ser apresentado com antecedência. E o reajuste do plano precisar ser aprovado pelo CONAD até 30 dias antes da entrada em vigor. Até o dia 05 de janeiro de 2018 o percentual será definido, como preceitua a Agência Nacional de Saúde.

Nós, conselheiros eleitos, sempre atuamos na defesa dos direitos e interesses dos assistidos da GEAP, que por sua vez estão fazendo um grande esforço para se manter no plano, apesar dos reajustesabusivos praticados pela operadora e contra os quais nós, conselheiros, sempre votamos contra. Em razão desses reajustes abusivos, muitos assistidos foram “expulsos” da GEAP pela incapacidade de honrar com as mensalidades.

Portanto, queremos informar a todos servidores assistidos da GEAP, que nós conselheiros eleitos, desconhecemos os percentuais de 61% divulgados pelo Correio Brasiliense, visto que nenhum debatehouve junto ao Conselho de Administração a respeito do reajuste. O fato já foi desmentido pela própria GEAP em nota pública divulgada no mesmo dia 05 de dezembro no Correio Brasiliense. Contudo, mesmo assim, nós conselheiros eleitos, ficaremos atentos para que tais especulações não venham a ser confirmadas. Entendemos que um aumento de tal magnitude vai inviabilizar a sobrevivência da própria GEAP.

É evidente que a maioria absoluta dos servidores não teria condições de arcar com um aumento tão exorbitante e ainda mais agora com os seus respectivos salários congelados, em tese, por 20 anos, por Emenda Constitucional aprovada pelo Governo Temer. Além de postergar reajustes previstos para 2018, de várias categorias de servidores, muitas das quais, filiadas à GEAP.

Nós, conselheiros eleitos, reiteramos nosso compromisso de continuar lutando contra todo e qualquer reajuste  abusivo que prejudique a permanência dos servidores nos planos de saúdes da GEAP.

Vamos continuar lutando para por em prática nossa carta programa, mesmo sendo minoria no Conselho de Administração (o governo Temer dispõe do voto de minerva). O programa pelo qual fomos eleitos reafirma, entre outros pontos, nosso compromisso de VOTAR CONTRA QUALQUER REAJUSTE ABUSIVO, além de defender um maior aporte financeiro por parte da União, visto que hoje, a GEAP é MAJORITARIAMENTE sustentada pelos servidores (77%). E para nos ajudar a implementar nossa carta programa,  contamos com o apoio de nossas entidades nacionais sindicais e classistas, CNTSS/CUT, ANASPS, CONDSEF e FENADADOS.

Sabemos que a luta por uma GEAP cada vez melhor, não depende apenas dos Conselheiros eleitos e de  suas respectivas entidades. Por isso, conclamamos TODAS as entidades do funcionalismo federal a se juntar conosco nesta luta por um novo modelo de sustentabilidade financeira e por uma GEAP cada vez mais voltada para os interesses de todos seus assistidos.

Em reunião, no semestre passado, com a presidência do CONAD e com a Direção Executiva da GEAP, exigimos que a operadora inicie imediatamente um debate permanente com os conselheiros eleitos e suas respectivas entidades nacionais.

É necessário que se inicie imediatamente um debate conjunto para a implementação de um novo modelo de sustentabilidade financeira. A implantação desse modelo, certamente evitará a aplicação de sucessivos reajustes abusivos que tanto tem prejudicado os assistidos e a própria GEAP.

No mais, companheiros e companheiras, continuamos lutando por uma GEAP cada vez melhor para todos nós assistidos!

Brasília, 08 de dezembro de 2017.

Conselheiros eleitos:

Irineu Messias de Araujo. CONAD

Manoel Ricardo Palmeira Lessa. CONAD

Ivete Vicentina de Amorim. CONAD

Ricardo Luiz Dias Mendonça. CONAD

Elienai Ramos Coelho. CONAD

Leonardo Alexandre Silveira Barbosa. CONAD

Socorro Lago Martins. CONFIS

Maria das Graças de Oliveira. CONFIS

Deusa Maria Duarte. CONFIS

Hervécio Cruz. CONFIS

Sisejufe lança vídeo contra a antirreforma da Previdência

A produção do Sisejufe, em associação com o Sindicato dos Servidores Públicos da Justiça do Trabalho da 15ª Região (Sindiquinze), localizado em Campinas (SP), tem a duração de dois minutos e denuncia a sórdida campanha milionária do governo federal contra os servidores públicos  federais, estaduais e municipais; o aumento da idade mínima para aposentadoria.

Denuncia, também,  a tramoia do governo quando chama os trabalhadores públicos de “privilegiados”, escondendo que esses contribuem com 11% do total de seus proventos para a Previdência durante toda a vida funcional, diferentemente dos demais trabalhadores da iniciativa privada, que têm um teto sobre o qual é descontada a contribuição, tendo os servidores públicos, ainda, que continuar contribuindo mesmo aposentados, também diferente dos demais trabalhadores;  atesta que somente receberá proventos integrais, após aposentado, quem completar 40 anos de contribuição; entre outras diferenças que  sobrecarregam o servidor público.

Assista ao vídeo:

Página 5 de 292« Primeira...34567...102030...Última »