Parlamentar apoia causa da entrega matutina nos Correios

Em reunião com a Fentect, deputado Osmar Junior se comprometeu a colocar em pauta a reivindicação histórica da categoria

Escrito por: Fentect

14/03/2013

 

O secretário geral da Fentect, José Rodrigues, acompanhado de membros da diretoria da Federação e de representantes sindicais, se reuniu no dia 7, com o deputado Osmar Junior (PCdoB-PI), na Câmara dos Deputados para articular o Projeto de Lei 4660/2012. O projeto atende a uma antiga reivindicação dos trabalhadores: de que o horário das entregas seja alterado para o período matutino para evitar exposição ao sol forte e à altas temperaturas. A proposta estabelece condições especiais de trabalho na atividade de carteiro.

No encontro, o deputado mostrou-se muito alinhado com a causa e se colocou à disposição da luta dos carteiros em todo País. “Meu pai é carteiro aposentado e eu sei bem como é a rotina dos trabalhadores. Sei também o que é um sol do meio dia no Piauí e em outras regiões, e sair pra trabalhar em um sol desses ninguém aguenta”, relatou o deputado. O parlamentar se comprometeu a entrar em contato com o deputado Assis Melo (PCdoB/RS), que é o representante do partido na Comissão de Trabalho, e solicitar uma Audiência Pública com a Federação e a direção dos Correios na Comissão do Trabalho da Câmara para, no máximo, daqui a dois meses.

Segundo Osmar Junior, isso irá agilizar o andamento do projeto, além de dar visibilidade. “Esse projeto tem uma vantagem: tem tramitação rápida, e a audiência pública poderá agilizar ainda mais esse processo.”, complementou o parlamentar. Para ele, o fato de Assis Melo ser o representante do partido na Comissão de Trabalho será outra grande vantagem, já que o mesmo é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul, portanto, já alinhado com o movimento sindical e as causas trabalhistas.

Para José Rodrigues, a audiência pública é ideal, pois vai fortalecer o tramite do PL nas comissões. A Fentect deixou claro na reunião que pretende se empenhar em divulgar o projeto, criando uma grande mobilização nacional envolvendo todos os carteiros no Brasil. O Secretário-geral afirma que, independente de partido político, o interesse é atender a todos os carteiros com a mudança do horário de entrega. “É uma reivindicação histórica importantíssima, que satisfaz não só aos carteiros, que terão melhores condições de trabalho, mas também a empresa e os clientes, que terão um serviço melhor, prestado por trabalhadores com melhores condições de saúde e mais disposição”, garante Rodrigues.

De acordo com o secretário de Administração e Finanças da Fentect, José Rivaldo da Silva, a mudança de horário ainda não foi feita, pois falta vontade política da empresa de implementar. “A mudança de horário melhoraria até a capacidade de produção da Empresa, mas falta o pessoal ligado à área de operações ter vontade”, acredita. E o deputado confirma essa postura da Empresa: “Nós procuramos a direção atual da ECT, mas sentimos uma resistência”, reitera Osmar Junior.

Ainda assim, o deputado se prontificou a tentar agendar uma audiência com o presidente da ECT. Ele irá articular também em cima do Projeto Piloto de mudança de horário em que o TST estabeleceu que três cidades sofressem a mudança de horário para avaliação, em vez das três unidades da federação, que era o discutido no fechamento do dissídio no TST. A articulação seria para expandir o debate em cima do projeto e fazer um debate sobre qual é a intenção da ECT nesse sentido, uma vez que o assunto está sendo discutido internamente, mas não sendo implementado de forma muito tímida.

 

Matéria retirada do site CUT Nacional.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *