SAÚDE+10 COBRA REPASSE DE 10% DAS RECEITAS DA UNIÃO

Esplanada dos Ministérios será palco da mobilização da Saúde+10

 

08 de abril de 2013

O artista plástico Siron Franco fará uma instalação interativa sobre o tema durante a mobilização , na próxima quarta-feira (10/4), que reunirá mais de 70 entidades, entre elas o Conselho Federal de Psicologia (CFP)

Mais de 70 entidades se reunirão em um grande ato do Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública, mais conhecido por Saúde+10, na quarta-feira (10), a partir das 10h, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A marcha terá início em frente à Catedral Metropolitana de Brasília. A ideia é seguir até o Congresso Nacional.

A principal meta é a coleta de assinaturas para um projeto de lei (PL) de iniciativa popular que, ao ser aprovado, assegure o repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para a saúde pública brasileira. Para tornar o PL possível, são necessárias 1,5 milhão de assinaturas. No dia 10, acontecerá a primeira contagem oficial das assinaturas recolhidas.

O Conselho Federal de Psicologia (CFP) pretende se manifestar contra a intolerância em relação ao tema das drogas do Brasil. O CFP entende que é preciso fazer a defesa incondicional do Sistema Único de Saúde (SUS) e expressar o apoio à promoção de direitos humanos e repúdio a qualquer forma de atentado à dignidade do ser humano. É o caso do PL 7.663/10, em trâmite na Câmara dos Deputados, que trata da internação compulsória de usuários de drogas, marcando um dos retrocessos na área da Saúde.

Sobre o movimento

O Saúde+10 foi fundado por diversas entidades representativas de todo o Brasil no dia 13 de março de 2013, na sede do CFP, e tem como objetivo assegurar aos brasileiros um sistema de saúde pública mais justo e de maior qualidade. A Psicologia esteve presente desde a fundação do movimento, com a participação na Primavera da Saúde, em 2012.

 

Matéria retirada do Blog do Servidor, Correio Braziliense.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *