SINDPREV-AL em defesa da Justiça do Trabalho em Alagoas

O SINDPREV-AL apóia e se solidariza com os membros da Justiça do Trabalho em Alagoas e no Brasil que se vêem hoje ameaçados pelas medidas destruidoras do governo ilegítimo do Sr. Michel Temer.
SINDPREV-AL estará presente no ato, que será realizado nesta sexta-feira (31) em frente ao TRT da 19ª Região, em Maceió, a partir das 10 horas da manhã.

trt

Veja abaixo texto publicado no site do TRT/19ª Região sobre o assunto:

Juízes, advogados, procuradores, servidores do Judiciário, auditores fiscais do Trabalho, sindicatos e entidades da sociedade civil estão se mobilizando para realizar, no próximo dia 31 de março, às 10h, um ato público em defesa da Justiça do Trabalho. A mobilização irá acontecer em frente à sede do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL), no Centro, e ocorrerá simultaneamente em vários estados do País.

A ideia é chamar a atenção da população para os relevantes serviços prestados pela Justiça do Trabalho à sociedade, atuando na pacificação de greves e no equilíbrio na relação entre capital e trabalho, visando à efetividade dos direitos sociais em sintonia com a necessária preservação da atividade econômica. Além disso, o ato pretende alertar para a constante ameaça de fragilização da Justiça do Trabalho e dos direitos sociais, por meio da chamada Reforma Trabalhista, cujo projeto de lei tramita na Câmara Federal desde dezembro.

Os atos públicos também marcarão o lançamento de uma campanha nacional idealizada pelo Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor), que tem como objetivo mostrar que os direitos de patrões e empregados só estarão garantidos com uma Justiça do Trabalho forte e atuante.

Com o lema “Justiça, nosso trabalho”, a campanha será veiculada nas redes sociais enfatizando a importância da Justiça do Trabalho e dos demais órgãos que atuam na aplicação da legislação trabalhista. “O que queremos deixar claro é a importância da Justiça do Trabalho para o funcionamento do mercado e de serviços essenciais à população, além da garantia da dignidade da pessoa humana, já que trabalhadores ainda têm que se socorrer da Justiça do Trabalho para ter garantidos direitos básicos, como verbas de caráter alimentar”, afirmou o desembargador Pedro Inácio da Silva, presidente do TRT/AL.

Confirmaram participação no ato representantes do Ministério Público do Trabalho (MPT), da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL), da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 19ª Região (Amatra XIX), da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal e do MPU (Sindjus-AL), da Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat), da Delegacia Sindical dos Auditores Fiscais do Trabalho em Alagoas, da Associação dos Advogados Trabalhistas de Alagoas (Aatal) e do Sindicato dos Advogados e da Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho (Asstra XIX), além de diversos sindicatos de classe que manifestaram apoio ao movimento.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *