Trabalhadores/as do INSS de Alagoas na luta contra o desmonte da Previdência Social

ronaldo ronaldo2 ronaldo3 ronaldo4 ronaldo5 ronaldo6 ronaldo7 ronaldo8 ronaldo9 ronaldo10 ronaldo11 ronaldo12

O SINDPREV-AL deu continuidade hoje (8) à luta pela manutenção da Previdência Social e pública. Neste dia 8 de maio/2017 está acontecendo uma mobilização nacional do Serviço Social ou da Reabilitação do INSS. Mas, sabermos que estes ataques atingem praticamente todos os setores e fazem parte da mesma lógica de desqualificação dos serviços públicos junto a sociedade, principalmente daqueles que utilizam destes serviços. A intenção do governo é desgastar, desmontar e depois apresentar a privatização como solução.

No final da manhã as assistentes sociais do INSS entregaram uma carta aberta à Superintendente Regional do INSS de Alagoas.
Para convencer a população de que o serviço não presta usa-se um receituário antigo o chamado desmonte, um processo silenciosamente desenvolvido que retira recursos até ao ponto de paralisar as ações. Hoje, o INSS não tem pessoal suficiente, nem recursos financeiros para custear cursos, instrumental ou uma simples visita. Isso no caso da reabilitação e serviço social não é diferente. O resultado desta equação é uma imagem de incompetência e desrespeito. Assim fica muito mais fácil a população aceitar a privatização destes serviços. Já vimos isso? Não?
Infelizmente, temos neste momento representantes de uma categoria, em sua jornada sagrada por uma carreira, aliados ao governo, vendidos, ocupando espaços de gestão e acelerando o processo de desmonte do INSS. A reabilitação e o Serviço Social são seus primeiros alvos, pois servidores “administrativos” destes serviços ao aplicarem seus conhecimentos cotidianamente dizem que nenhum profissional é onipotente.
Hoje é mais uma batalha e os trabalhadores destes serviços, mais que qualquer outro, sabem que já passou da hora de reagir.

Nenhum direito a menos!

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *