Campanha: “O Brasil vai parar!” mobiliza trabalhadores para greve geral nacional de 28/04

Central disponibiliza material diverso em seu site para download com a finalidade de reprodução das peças que compõem a campanha
Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

Dando continuidade às suas ações de mobilização dos trabalhadores contra as reformas da Previdência, Trabalhista e à política de Terceirização apresentadas pelo governo do usurpador Michel Temer, a CUT – Central Única dos Trabalhadores disponibiliza para suas entidades filiadas o acervo para reprodução da campanha publicitária “Abril Vermelho: O Brasil vai parar!”. A proposta é facilitar o processo de mobilização da sociedade para a agenda de lutas definidas para o mês de abril, em especial a greve geral nacional que acontece em 28 de abril.

Os interessados em utilizar este rico material podem fazer download das peças diretamente no site da Central (www.cut.org.br), bastando apenas acessar o campo da página designado como “CUT em Ação”. A campanha é composta de itens para impressão, utilização em meios eletrônicos e mídias sociais e em áudio. A proposta é diversificar as formas de divulgação para facilitar o processo de mobilização da greve geral nacional e de esclarecimentos sobre os direitos trabalhistas que estão sendo ameaçados com as medidas do governo federal.

Estão disponíveis três “spots”, pequenas gravações em áudio, para tratar da Reforma Trabalhista, Greve Geral e a atividade de 18 de abril. Para as redes sociais e mídias digitais foram confeccionados banners para utilização em sites e cards para o uso nas redes sociais. Na parte gráfica foram preparadas artes de adesivos e de um folheto explicativo sobre a greve geral e mais especificamente sobre os direitos que estão sendo atacados. “Reaja agora ou morra trabalhando”, “Nenhum direito a menos” e “O Brasil vai parar” são as principais chamadas deste panfleto preparado para o 28 de abril.

O folheto trabalha de forma objetiva os principais pontos da Reforma da Previdência. Didaticamente explica as principais dúvidas da sociedade sobre o tema. Também exemplifica o fim dos direitos trabalhistas contido na Reforma Trabalhista e na política de Terceirização a partir de uma comparação simples sobre como era “antes” e como fica o “depois”. São informações cruciais para que a sociedade passe a ter acesso às informações sem a máscara ideológica e sem as falsas propagandas tão comuns a este governo.

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

Print Friendly, PDF & Email

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *