CNTSS FAZ REUNIÃO COM O RAMO DA SEGURIDADE

O 11º Congresso Nacional da CUT chegou ao segundo dia nesta terça-feira (10) com um debate sobre o modelo de desenvolvimento brasileiro e o papel do Estado.Na abertura da mesa, o presidente da Central, Artur Henrique, e o ex-ministro da Secretaria Geral da Presidência da República e Diretor do Instituto Lula, Luiz Dulci, fizeram um balanço dos governos populares de Lula e Dilma em contraposição ao período neoliberal que os antecedeu.

As principais marcas da ação cutista no período compreendido entre 2009 e 2012 foram, segundo o balanço apresentado no final da tarde desta terça, por dirigentes de diferentes correntes políticas da Central, foram a defesa de um novo modelo de desenvolvimento para o Brasil, centrado na valorização do trabalho e na distribuição de renda; a defesa intransigente dos direitos trabalhistas, rechaçando todas as propostas de flexibilização; sua posição de liderança na resistência aos efeitos da crise econômica internacional sobre os trabalhadores e trabalhadoras, e, também, o resgate da concepção de liberdade e autonomia sindicais próprios à Central. O debate fez parte da mesa que analisou o balanço político e organizativo do mandato, encerrada por volta das 19h.

As 19h foi realizada uma reunião com todos os delegados do Ramo da Seguridade para os informes e segundo a presidente da CNTSS, Maria Faria, “ nossa proposta é possibilitar que todos possam reler mais uma vez as resoluções da seguridade que estarão sendo discutidas para melhor direcionamento nos  encaminhamentos  que teremos  amanhã”.

Informações em parceria com Isaías Dalle – Cut Nacional

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *