CNTSS/CUT participa de audiência no Ministério do Planejamento

cntss
Confederação destaca o momento que o país vive e a preocupação com as conquistas e a preservação dos direitos dos trabalhadores
Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

Audiência realizada na quinta-feira, 25/08, em Brasília, reuniu representantes do MPG – Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e dos servidores públicos federais para discutir pontos de pautas de interesse dos trabalhadores que ainda estão pendentes. A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social foi representada por Terezinha de Jesus Aguiar (Teca-GO), Pedro Totti (SP), Adão Pereira Alves (DF), Sandro Cezar (RJ) e Irineu Messias (PE).  José Borges de Carvalho, coordenador Geral de Negociação e Relações Sindicais, e as srªs Maria Beatriz e Goiacira Luna representaram o Ministério.

Borges, do MPOG, deu início à Audiência justificando a ausência do secretário de Gestão de Pessoas e Relações do Trabalho, Augusto Akira, que foi chamado para uma agenda com o ministro. As entidades nacionais dos trabalhadores manifestaram que a presença do secretário é fundamental para que a discussão possa realmente avançar. Ficou acertado que será feito o agendamento de uma nova data com a presença de Akira, pois há demandas pendentes da greve de 2015 que pedem ação conjunta entre ministérios. Borges se comprometeu a acolher os pontos discutidos pelos trabalhadores na Audiência para encaminhar para análise do secretário.

As lideranças dos trabalhadores apontaram como pontos de pauta da Audiência os seguintes temas: alteração na Orientação Normativa 06, códigos de greve, regulamentação da progressão funcional no INSS, descontos da greve de 2009, descontos nos contracheques dos aposentados e pensionistas, regulamentação do Comitê Gestor previsto na Carreira do Seguro Social, concessão das atuais aposentadorias com base na Lei 13.324/16, Incorporação das Gratificações de Desempenho, Comitê de Carreiras da Seguridade Social, gratificação dos trabalhadores de combate às endemias e situação funcional servidores das JRPS e da Previdência (veja íntegra do relatório logo abaixo).

Os representantes da CNTSS/CUT destacaram o momento que o país vive e a preocupação com as conquistas e a preservação dos direitos da classe trabalhadora: “O momento é de muita preocupação. Os direitos dos trabalhadores estão claramente sendo golpeados. A PEC 241, o PLC 257, a extinção do Ministério da Previdência e a edição do Plano de Saúde Popular deixam bem claro isso. A orientação da CNTSS/CUT é preparar a categoria para o próximo período que será marcado de muita luta, resistência e enfrentamento”.

Clique aqui e leia a íntegra do relatório:

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *