CUT propõe alterações estatutárias para solucionar crise na Geap

A CUT realizou, nos dias 18 e 19/09, em Brasília, um seminário para discutir os principais problemas enfrentados pela Geap. Entidades sindicais de todo o país debateram e apresentaram propostas de soluções, principalmente quanto à vitalidade e eficácia da Fundação.

Foi encaminhado um documento ao Diretor Executivo da Geap, Paulo Eduardo de Paiva da Silva, com algumas propostas de alterações estatutárias.

Entre elas: exclusão de acesso de instituidores (que o governo federal seja o único instituidor); revisão da identificação das originais fundadoras; ampliação do espaço de gestão, principalmente da área assistencial; mudanças de critérios na análise de decisões e na representação do Condel e criação de um comitê estatutário.

Além disso, a CUT solicitou o agendamento de uma audiência entre a Diretoria Executiva da GEAP e representações das principais entidades nacionais que têm em seus quadros trabalhadores assistidos pelo plano.

Print Friendly

2 comentários

  • Cicero josé da silva

    já estamos tão penelisado sem reajuste salarial, ainda mas… um aumento disacerbado na contribuição da geap.façam alguma coisa!!! para equacionar o financeiro do plano: geap. abraço.

  • Maria Paula de andrade

    Vou cancelar o Geap no final de janeiro vou mudar de plano , vou pagar um pouco mais, para um bem melhor, mais hospitais e medicos, Tres dos meus medicos que adoro e ja consulto a varios anos se desligaram da Geap. Tem que fechar esse plano É o segundo pior do pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *