Demissão de presidente da Conab traz expectativa de melhoria nas relações com trabalhadores

Para a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) “estava mais do que na hora de uma mudança”

Escrito por: Condsef

A demissão (veja carta aqui) do agora ex-presidente da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), Evangevaldo Santos, foi bem recebida entre os trabalhadores e representantes da categoria. Para a Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) estava mais do que na hora de uma mudança. A expectativa é de que o próximo presidente, João Bona Garcia, ex-diretor financeiro da autarquia, que teve seu nome anunciado esta semana, respeite os trabalhadores e traga melhorias nas relações com a categoria. Desde que assumiu o cargo, Santos promoveu um movimento de intromissão na organização dos trabalhadores e provocou problemas graves, entre eles, rejeitou negociar com legítimas entidades de trabalhadores que há mais de 20 anos negociavam em defesa dos trabalhadores. Tanta intromissão chegou a travar o processo de negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2011-2012.

A situação absurda e o tratamento desrespeitoso com que toda a direção da Companhia passou a tratar os trabalhadores e suas reivindicações levaram a Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) e suas entidades filiadas a procurar a Justiça. O objetivo: assegurar o direito à livre organização e ter representantes legítimos da categoria recebidos pela direção da empresa. Nesta sexta-feira, 17, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) deve anunciar decisão sobre ação de representatividade dos trabalhadores.  Outro processo ajuizado contra a Conab, o dissídio coletivo está no TST com o ministro relator Márcio Eurico Vitral onde aguarda julgamento.
Mobilização – Em meio a essas importantes mudanças estruturais na Conab faz-se fundamental que os trabalhadores da Companhia se engajem e se unam em torno da campanha salarial que quer melhores condições de trabalho para o setor público.

A Condsef vai incluir nas discussões com o governo o debate sobre a perversa e inadequada intromissão da alta cúpula da Conab na organização de seus trabalhadores. Além disso, a entidade irá apresentar formalmente a pauta de reivindicações de todos os setores de sua base, incluindo os trabalhadores da Conab. A Condsef tem se valido de todos os mecanismos legais para defender o direito dos trabalhadores da Conab de se organizarem livremente em torno de suas entidades legítimas de representação. A categoria deve estar atenta a todas as movimentações e participar ativamente da luta em defesa de suas reivindicações. Participe e continue acompanhando. Novas informações seguirão sendo publicadas aqui em nossa página.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *