Inadimplência cai 1,5% em janeiro e sobe 12,9% em um ano, diz Serasa

O valor médio da inadimplência não bancária caiu 53,5% em janeiro de 2013 quando comparado com o mesmo mês do ano anterior

AGÊNCIA BRASIL

A quantidade de consumidores que não honraram suas dívidas caiu 1,5% em janeiro de 2013 na comparação com dezembro de 2012. De acordo com a empresa de consultoria Serasa Experian, esse foi o terceiro recuo mensal consecutivo. Quando comparado com o mesmo período do ano passado, a inadimplência teve crescimento de 12,9%.

Os principais responsáveis pela queda do indicador no mês foram as dívidas não bancárias (com operadoras de cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica, água etc.), que tiveram variação negativa de 0,5%, e a inadimplência com os bancos, que caiu 3,3%. A contribuição dos dois itens para o indicador chegou a 0,2% e 1,5%, respectivamente. 

Segundo os economistas da Serasa, os principais motivos para a queda de 1,5% do indicador em janeiro são o aumento das renegociações de dívidas, os juros reduzidos, o desemprego baixo, além do menor ritmo de crescimento do endividamento no ano passado (2012). “Como a inadimplência do consumidor está seguindo uma trajetória decrescente, este é um bom momento para o consumidor colocar sua vida financeira em ordem”, analisam os economistas.

O valor médio da inadimplência não bancária caiu 53,5% em janeiro de 2013 quando comparado com o mesmo mês do ano anterior. Já os cheques sem fundos, os títulos protestados e as dívidas com os bancos tiveram alta de 11,5%, 5,6% e 2,3%.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *