Em greve, servidores municipais de Maceió realizam Assembleia Unificada, fazem passeata e ato público em frente a SENGE

O primeiro dia da greve geral dos trabalhadores da prefeitura municipal de Maceió nesta terça-feira (17) foi marcado por três grandes atividades de mobilização. Primeiro aconteceu a Assembleia Unificada de todas as categorias, lotando o ginásio do Clube Fênix. Depois os trabalhadores seguiram em passeata pelas ruas de Maceió, culminando com grande ato público em frente a Prefeitura Municipal. O principal detalhe desta última atividade do dia foi o fato de nenhum dirigente municipal ter aceitado conversar com os grevistas.

Estiveram presentes na mobilização deste dia histórico as seguintes entidades classistas: SINDPREV – SINTEAL – SINDSPREF – SASEAL, entre outras.

Vale lembrar que a última proposta enviada pelo prefeito Rui Palmeira (PSDB) foi de apenas 3% (três por cento) retroagindo ao mês de junho. Esta proposta não foi aceita pelo conjunto dos trabalhadores municipais em Assembleia Unificada, realizada no dia 11/07. Nesta mesma Assembleia foi deliberado pela decretação de GREVE.

Os/as trabalhadores/as reivindicam um reajuste de 15,41%, que representa a perda da inflação dos anos 2014, 2015, 2016 e 2017, retroativo a janeiro/2018 (mês da data-base).

Próxima atividade de luta

O SINDPREV-AL convoca todos os seus associados da Saúde Municipal de Maceió para um novo ato unificado de protesto, na próxima sexta-feira (20 de julho), às 07 horas, na Secretaria Municipal de Gestão (SEMGE), localizada na Rua Pedro Monteiro, no Centro de Maceió.

DERROCADA DE SURUAGY

Lembrando que as atividades realizadas nesta terça-feira tem um simbolismo ainda mais marcante para o conjunto dos trabalhadores do serviço público alagoano, pois foi exatamente neste dia que aconteceu o afastamento do então governador Divaldo Suruagy na década de 90, justamente depois de uma intensa e marcante luta dos trabalhadores contra um governo de arrocho salarial jamais visto na história do Estado.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *