Gerente do INSS responde ao SINDPREV sobre prédios e condições de trabalho

inss reunião com gerente executivo

inss reunião com gerente executivo

Em reunião realizada na última terça-feira (25-06), o Gerente do INSS, Edgar Barros recebeu diretores do Sindprev-AL (Lúcia Maria dos Santos, Ronaldo Alcântara e Andreia Malta) para tratar de vários assuntos. Os outros representantes do INSS na reunião, são: Deraldo Salvador, chefe do Setor de Logística e Edleide Sales, Chefe do Setor de Recursos Humanos.

Vale lembrar que o SINDPREV vem trabalhando incansavelmente nos últimos anos para garantir melhores condições de trabalho para os companheiros e companheiras do INSS em Alagoas. Veja abaixo um resumo da reunião por assunto:

Ary Pitombo – O Gerente informou aos sindicalistas que já foi assinado o contrato para a reforma do prédio alugado, localizado no edifício Colunata,  no bairro de Mangabeiras. A empresa contratada se comprometeu em entregar o prédio reformado num prazo de até 120 dias. Na mesma reunião, o Gerente disse que, concluído o processo de reforma e instalação da APS, haverá uma equipe no antigo prédio para informar aos segurados sobre o novo endereço e, assim, evitar que o público se concentre na APS Monte Máquinas.

Monte Máquinas – A Gerência do INSS em Alagoas informou que está estudando propostas e deve, provavelmente, proceder com o mesmo mecanismo que foi utilizado na APS Ary Pitombo. Ou seja, será alugado um imóvel para a adequação da APS Monte Máquinas. Outra informação repassada pelo Gerente foi que, apesar de ainda ser um dado preliminar, o atual prédio Monte Máquinas não tem condições para que seja realizada uma reforma. Ele se baseou nessa informação em um parecer que está ainda em fase de conclusão da divisão de engenharia do INSS.

Lotação Ideal – Durante a reunião, a diretora Andreia Malta cobrou da Gerência do INSS um levantamento completo da real situação funcional dos servidores do órgão no Estado. Como é do conhecimento de todos, o SINDPREV, juntamente com outras entidades em nível nacional, cobra concurso público para INSS, inclusive com a ampliação do atual quadro, devido ao grande volume de trabalho verificado nos últimos anos, além da possibilidade de aposentadorias de muitos dos atuais servidores, o que pode agravar ainda mais a situação no INSS, caso os postos de trabalho não sejam preenchidos através de novos concursos. O SINDPREV, inclusive, tem participado em nível nacional de diversas negociações com o Governo Federal no sentido de aumentar o quadro de funcionários e resolver a questão das reposições funcionais devido ao grande número de servidores que devem se aposentar nos próximos anos. Ainda mais quando sabemos que a intenção do governo é de realizar concurso apenas para analista para área meio, o que não resolve o problema.

No entender do SINDPREV esta questão é muito séria e deveria ser atendida pelo Governo imediatamente, pois há uma demanda reprimida enorme nas Agências, o que acarreta em sobrecarga de trabalho e ‘adoecimento’ dos atuais servidores por conta do grande volume de serviço.

Reforma Agências do Interior – A companheira Lúcia Maria dos Santos, a Lucinha, alertou a Gerência sobre diversos problemas estruturais nas Agências de Delmiro Gouveia, Palmeira e União dos Palmares. O Gerente disse que já foi aprovado o orçamento para reformas nessas unidades e que está apenas esperando a liberação financeira de Brasília para realizar as obras. Com a liberação financeira, a Gerência estima que em até 45 dias todo o serviço de reparos e reformas será concluído.

Edifício-Sede do Ministério da Saúde – Com relação ao Ed. do Ministério da Saúde, localizado na Praça dos Palmares, o Gerente do INSS disse que houve um erro técnico no processo de aquisição, mas que está trabalhando para resolver. A ideia segundo o Gerente é que o INSS ofereça o prédio ao Estado ou a Prefeitura. Em troca o INSS receberia quarto ou cinco novas Agências construídas pelo Estado ou pelo município.

APS de Murici – Conforme compromisso da diretoria do SINDPREV com os colegas que trabalham em Murici, o assunto foi colocado na pauta da reunião com o Gerente do INSS. Primeiro foi discutido a questão do turno estendido de seis horas para todos os servidores. O Gerente disse que estava aberto à proposta dos servidores e que a Gerência da Unidade deve cadastrar no Aplicativo de Supervisão, para que seja verificado alguns pontos, necessários para a definição da Lotação Ideal. São três principais pré-requisitos: 1 – Chefia, benefício e supervisão; 2 – Se está tudo certo com os indicadores e 3 -A lotação propriamente dita.

Como existem outras reivindicações dos companheiros e companheiras de Murici para serem apreciadas pela Gerência do INSS, o assunto ficou para uma próxima reunião, onde representantes dos servidores devem estar presentes.

Print Friendly

Um comentário

  • Existem 2800 excedentes do concurso do INSS de 2012, aguardando a nomeação, portanto não e necessário realiza um novo concurso para atingir a lotação ideal! E necessário uma campanha para nomeação desses excedentes!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *