Governo Temer dá um golpe na Administração da Geap através de ação judicial

O Governo Temer, através de ação jurídica impetrada pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, obteve uma antecipação de tutela suspendendo as alterações promovidas no Estatuto da Geap Autogestão e Saúde na 17ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Administração (CONAD).
Deferida na tarde de ontem (14/06) pela 3ª Vara Federal em Brasília, a tutela antecipada vetou a redução administrativa do aumento dos planos da Geap de 37,55% para 20% e desfez as mudanças do Estatuto do Conselho de Administração da Geap (Conad), que permitiu a eleição de um representante dos servidores para presidir o Colegiado.
Dessa forma, foi determinada a destituição da Direção da Geap e do Conad, inclusive do atual presidente do Conselho, Irineu Messias, eleito de forma legítima e democrática, no dia 2 de maio.
Foi um grande golpe contra a Geap, o Conad e todos os servidores que são responsáveis por mais de 70% das receitas da entidade de autogestão. E por isso mesmo, não é possível aceitar que seus representantes não possam presidir o Conselho.
Diante desse ato autoritário, o SINDPREV-AL, a Unaslaf e demais entidades integrantes da Geap manifestam repúdio a mais uma afronta do Governo Temer contra os interesses e as conquistas dos servidores.
As entidades sindicais com assento no CONAD já entraram com recursos contra a liminar na Justiça visando reverter esse ataque contra a GEAP e seus assistidos.
O momento agora exige mais união e determinação de todas as entidades dos servidores para fazer um forte enfrentamento político ao governo golpista de Temer que está atacando direitos sociais e trabalhistas, conquistados com muita luta nos últimos anos.
Confira a íntegra da Ação da União Federal contra a Geap.pdf

Com informações do portal da Unaslaf

Fonte: https://crpsjuntasderecursos.wordpress.com/2016/06/15/governo-temer-entra-na-justica-e-cassa-mandato-do-presidente-do-conad-irineu-messias/

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *