INSS: Reunião com MPOG é suspensa e a greve continua

 

Na reunião com a Presidência do INSS, hoje, terça (08/09), pela manhã, pareciam que as discussões sobre as principais reivindicações dos servidores do INSS caminhavam no sentido de um entendimento, exceto  a jornada de 30 horas para todos.

As expectativas eram de que os consensos seriam ratificados na reunião da tarde, com o secretário de Relações do Trabalho (SRT), Sérgio Mendonça, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Estavam presentes também representantes da Secretaria de Gestão do Ministério e a presidenta do INSS,  Elisete Berchiol da Silva.

À medida em que as reivindicações eram rediscutidas, os representantes do governos afirmaram que ainda não estavam assegurados os principais pontos que  já há haviam sido apontadas mudanças em reuniões anteriores, inclusive na reunião da manhã de hoje.

Diante do impasse inesperado, a reunião foi suspensa porque o governo não apresentou avanços em vários itens em negociação, como a antecipação do pagamento da GDASS para 2016, progressão funcional  em 12 meses,  devolução dos valores descontados na greve de 2009, entre outros.

O governo protelou mais uma vez, ficando de responder algumas questões  em 48 horas.  Os representantes  do Comando de Greve da CNTSS/CUT e da Fenasps manifestaram sua insatisfação com o posicionamento do governo.


Dessa forma, vamos continuar em greve e procurar a intermediação da base do governo no Congresso Nacional e outros interlocutores visando buscar solução para o movimento grevista.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *