Juiz suspende reajuste abusivo da GEAP de 23,44%

O juiz da 1ª Vara Cível da Capital, Ivan Vasconcelos Brito Júnior suspendeu em caráter liminar o aumento abusivo da GEAP de 23,44%. A decisão do magistrado foi tomada a partir de uma ação do Departamento Jurídico do SINDPREV-AL. O juiz Ivan Brito acatou os argumentos do Sindicato e determinou um prazo de 10 dias para que a GEAP se pronunciar.

justiça justiça2 justiça3

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *