Médicos alagoanos paralisam atividades nesta quarta-feira

Sindicato diz que proposta é parar trabalhos até em consultórios

 

Jamylle Bezerra

02/07/2013

 

Os médicos de Alagoas vão paralisar as atividades no Estado nesta quarta-feira (3), como parte de uma mobilização nacional da categoria. Por conta disso, apenas os serviços essenciais estarão sendo realizados. O objetivo é fazer com que até mesmo os médicos de consultórios particulares não realizem atendimento durante todo o dia.

No início da manhã, os médicos alagoanos farão uma concentração em frente ao Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal), no bairro do Farol. De lá, eles seguirão em caminhada até a Praça Centenário, onde farão um manifesto. De acordo com o presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed), Wellington Galvão, toda a categoria está sendo convocada a participar do ato.

Wellington Galvão anuncia paralisação de médicos em Alagoas (Foto: Arquivo)

 

Entre as reivindicações estão o aumento de verbas federais para a saúde, o plano de carreiras para médicos do SUS, melhores condições de trabalho e a sanção pela presidente Dilma sobre a Lei do Ato Médico. Além disso, a categoria também é contra a vinda de médicos estrangeiros sem revalidação e desde que eles tenham conhecimento da língua Portuguesa. Na pauta local, os médicos pedem a realização de concurso público para a categoria e a construção de novos hospitais.

“A saúde está totalmente precarizada e é preciso que sejam feitos novos investimentos na área. No protesto desta quarta-feira, esperamos contar com todos os integrantes da categoria”, ressalta Wellington Galvão.

 

Reprodução Gazeta Web.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *