Nota da CUT sobre o Programa Mais Médicos

Para CUT, plano é necessário para diminuir a falta de médicos que atinge muitas cidades brasileiras

Escrito por:

A CUT sempre defendeu que é obrigação do Estado e da Sociedade garantirem que a população tenha assistência médica básica de qualidade em todo território nacional. Esta bandeira histórica da classe trabalhadora é motivo de luta permanente da Central.

A criação do programa “Mais Médicos”, pelo governo federal, é entendida pela CUT como uma ação emergencial para diminuir a falta de médicos que hoje existe em muitas cidades brasileiras.

Considerando que os médicos(as) já estão chegando às comunidades a CUT orienta seus filiados a:

1 – Identificar as comunidades que estarão recebendo médicos(as);

2 – Participar junto à comunidade da recepção e integração dos médicos(as);

3 – Mobilizarem-se para garantir infraestrutura básica para o atendimento à população;

4 – Garantir que estes médicos(as) estejam integrados ao Sistema Único de Saúde – SUS:

5 – Acompanhar o trabalho dos médicos(as) através do Conselho Municipal de Saúde;

6 – Manter as Estaduais da CUT informadas sobre a implantação do Programa Mais Médicos.

7 – Destacamos que todos os profissionais médicos(as), brasileiros e estrangeiros, precisam ser recebidos e manter a parceria com o maior respeito.

 

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *