Presidente do SINDPREV é recebido pelo Ministro da Saúde

louro

Na última terça-feira (27.03), o presidente do SINDPREV-AL, Cícero Lourenço, os diretores Abdias, Moisés, Luciano, Maria Moura, Cida, Rosângela e Marlene, juntamente com uma Comissão de Servidores aproveitaram a participação do Ministro da Saúde Alexandre Padilha em um evento no Teatro Gustavo Leite, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso e conseguiram ser recebidos em audiência.

Na oportunidade de lançamento do programa federal Crack: É Possível Vencer, entregaram ofício do SINDPREV-AL onde solicitam que sejam liberados recursos emergenciais para a reforma do Edifício sede do Núcleo de Representação do Ministério da Saúde em Alagoas. O Edifício Palmares situado no centro de Maceió foi interditado na última quinta-feira (22.03), por força de uma determinação da Justiça Federal.

Cícero Lourenço informou ao Ministro que o prédio existe há mais de 30 anos e se for submetido à uma reforma poderá abrigar outros órgãos federais no Estado, possibilitando a centralização dos serviços e uma boa economia de recursos, já que eles deixariam de pagar aluguel.

Segundo Lourenço, o Edifício Ary Pitombo que havia sido disponibilizado pelo INSS e onde funciona uma Agência da Previdência Social e a Dataprev, também não reúne as condições de segurança para receber os servidores do Ministério da Saúde que foram desalojados, pois naquele edificio há vários problemas que já foram apontados pelo SINDPREV-AL e confirmados por Laudo do Corpo de Bombeiro e da Defesa Civil.

Um outro problema apontado ao Ministro pelo sindicalista foi a preocupação dos servidores quanto à postura adotada pelo Ministério da Saúde no Estado, que chegou a anunciar a intenção de mudar os cerca de 200 servidores para a sede da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) que, segundo o dirigente não tem espaço suficiente e adequado para abrigar a todos os setores.

Ao fim da audiência, o Ministro Alexandre Padilha agendou com o Sindicato, uma nova reunião na tarde desta quarta-feira (28) em Brasília, onde essa questão será debatida com sua assessoria.

Texto e foto: Ronaldo Alcantara – direto de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *