Primeiro de Maio é dia de luta contra retirada de direitos dos trabalhadores

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT / CUT Nacional

Um primeiro de maio de muita luta contra o golpe e a retirada de direitos dos trabalhadores será o tom das festividades deste Dia do Trabalhador em todo o país. O tema escolhido para este ano é “Brasil: Democracia + Direitos” e deverá mobilizar os trabalhadores nas principais capitais.

A sede da CUT Nacional sediou na quarta-feira, 27, uma coletiva de imprensa para apresentação da programação do Ato em São Paulo. A Central foi representada por seu secretário Geral, Sérgio Nobre, e o ex-presidente da CUT Estadual, Adi dos Santos Lima. Também estiveram presentes o presidente da CTB – Central Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, Adilson Araújo, e o secretário de Relações Internacionais da Intersindical, Ricardo Saraiva. Foi esclarecido que o Ato será dividido em dois momentos. Das 10 às 14 horas, será feito o ato político. E na sequência, das 14 às 16 horas, acontecerão os shows e apresentações culturais.

As lideranças sindicais reiteraram a importância desta data como um momento de intensificar a mobilização da classe trabalhadora em virtude da crise política que o país vive, em que setores reacionários da sociedade arquitetam um golpe contra a democracia e os trabalhadores. A iniciativa servirá para marcar a posição dos trabalhadores contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e a agenda conservadora que prevê a implantação de um pacote contra as conquistas e os direitos da classe trabalhadora.

“O primeiro de maio será nacional. A organização está sendo feita em conjunto com as centrais sindicais que estão denunciando o golpe em curso no país e também a ameaça da retirada de direitos. São mais de 60 entidades do movimento social que estão juntas na organização. A ideia deste ato político no horário da manhã é de ser uma assembleia popular contra o golpe em curso e em defesa dos direitos. Não há nenhum crime de responsabilidade por parte da presidenta Dilma, ” afirmou Sérgio Nobre.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *