Servidores da Saúde cobram posicionamento do governo sobre reivindicações

sesau

Sesau afirma que nova reunião com os trabalhadores está marcada para o dia 18

Os servidores da Saúde estadual voltaram a se mobilizar, na manhã desta terça-feira (11), em frente ao Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Eles reclamam da falta de atendimento às reivindicações da categoria e cobram um posicionamento da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social e Trabalho no Estado de Alagoas (Sindprev/AL), Célio Santos, os servidores da saúde cobram, entre outras coisas, a reposição de 25% de perda salarial e o cumprimento do acordo feito com o governo em 2010 – que vai conferir à categoria um reajuste equivalente à inflação, mais ganho real -, além da aplicação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS).

O representante da categoria também denuncia que as unidades de saúde se transformaram em cabides de emprego, com as pessoas sendo contratadas sem cumprir os requisitos da administração pública. Eles reclamam também das más condições de trabalho. “Queremos uma resposta do governo do Estado para as nossas reivindicações”, reforçou Célio Santos.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a pauta entregue pelos trabalhadores já está sendo avaliada, inclusive, junto a outras secretarias. Uma reunião para discutir as reivindicações foi marcada com os servidores para o próximo dia 18 de fevereiro.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *