Sindicato exige segurança para servidores (as) do Ministério do Trabalho

Os constantes cortes no Orçamento da União estão criando diversas dificuldades adicionais no já combalido serviço público brasileiro. A mais recente ameaça vem do Ministério do Trabalho, que determinou o corte de todos os vigilantes dos postos de atendimento no interior de Alagoas. Esses cortes acontecem exatamente no momento em que a Polícia Federal e o Ministério Público descobriram um esquema de desvio de recursos na ordem de mais de R$ 400 milhões no Ministério.
Diante dessa situação, os (as) trabalhadores da SRTE-AL estão completamente desprotegidos, o que cria uma série de problemas para o bom andamento dos serviços. Até mesmo a integridade física dos servidores está em risco.
Vale lembrar que o SINDPREV-AL, por diversas vezes, esteve em Brasília e denunciou as precárias condições de trabalho, principalmente no interior do Estado.
O SINDPREV-AL exige que o governo federal pare com os cortes, além de providenciar, com urgência, concurso público para o preenchimento de vagas, necessárias devido ao acúmulo crescente dos serviços no Ministério do Trabalho em Alagoas.
Queremos o apoio da população, ao mesmo tempo que reivindicamos concurso público Já! e melhores condições de trabalho.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *