SINDPREV realiza terceiro ato por melhores condições de trabalho e de salários

Servidores Federais, liderados pelo SINDPREV-AL realizaram o terceiro ato público, na porta da Superintendência Regional do Trabalho e emprego em Alagoas no calçadão da Rua do Livramento, Centro de Maceió. O evento contou com a presença de vários auditores fiscais do trabalho e agentes administrativos da SRTE, Ministério da Saúde, ANVISA, FUNASA, CUT que discursaram sobre a intransigência do governo federal em não negociar com servidores da Seguridade Social.
Celio dos Santos, da Coordenação dos federais da CNTSS, relatou o que tem acontecido nas reuniões de enrolação do Ministério do Planejamento, colocando que não dá mais para esperar, incentivando a todos à paralisação nacional que já atinge universidades, CEFET, policia federal, MAPA, FUNASA, DPRN, ANVISA e PRF. A conferência de trabalho decente promovida pelo MTE em Brasília foi um dos assuntos mais criticados pelos falantes pois o governo diz na mídia que o Brasil avançou na qualidade de emprego no país enquanto trata seus servidores de forma indecente e desrespeitosa. A edição do Decreto presidencial 7777/2012 também foi um dos temas denunciados no evento e colocado como norma inconstitucional a ser denunciada pelas entidades hoje no STF numa ADIN.
Auditores fiscais do trabalho fizeram pronunciamento elogiando a indiciativa do SINDPREV no ato e decidiram pelo apoio ao movimento.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *