Trabalhadores da APS Monte Máquinas decidem paralisar atividades a cada 15 dias na luta por melhores condições de trabalho

20140919_07244920140919_072231

20140919_07220620140919_072930

20140919_08481320140919_085015

Fonte: gazetaweb.com: http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=378254&e=13

Por absoluta falta de estrutura no prédio e no serviço, trabalhadores do INSS da APS Monte Máquinas, em Maceió, decidiram paralisar as atividades na última sexta-feira (19). As paralisações devem ser realizadas a cada 15 dias, para forçar o INSS a resolver o problema.

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social, Célio Santos, informou que a agência é totalmente insalubre, com infiltrações, rachadura nas paredes, além de problemas elétricos. Há dois anos, o sindicato luta para conseguir o remanejamento dos servidores para outro prédio, mas, até agora, nada.

“Conseguimos transferir os funcionários do prédio Ary Pitombo para outro, próximo ao Maceió Shopping; porém, quanto a esse, a Gerência do INSS de Maceió – responsável por todas as agências do estado – ainda não conseguiu outro local, segundo alega. É uma verdadeira burocracia”, explicou o sindicalista.

Questionado sobre os rumos das atividades, Célio Santos disse que os servidores decidiram, na última assembleia, paralisar os serviços completamente na agência, a cada 15 dias, até o problema ser resolvido. Com a paralisação, atendimento, perícia médica e concessão de benefícios ficam prejudicados.

“No caso de quem já recebe benefício, continua a recebê-los, mas os que precisam fazer a perícia para dar entrada no benefício pela primeira vez terá que remarcar por mais trinta ou sessenta dias. Até o momento, dispensamos cerca de duzentos segurados agendados para hoje”, reforçou o sindicalista.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *