Enfermeiros fazem protesto nesta quarta em Maceió

Manifestações contra Ato Médico ocorrerão em todo o País

 

Gazet/aweb, com assessoria
06/08/2013
O Sindicato dos Enfermeiros de Alagoas (SINEAL), junto a outras entidades da área de saúde (ABEn- AL, SATEAL, COREN-AL) participarão de um protesto na quarta-feira (07) para pedir a manutenção dos vetos da presidente Dilma Rousseff ao projeto que institui o Ato Médico. As manifestações ocorrerão em todo o País.

Em Maceió, o protesto está marcado para as 15 horas, em frente à Assembleia Legislativa do Estado, no centro de Maceió. No último dia 10 de julho, a presidente Dilma vetou parcialmente o Projeto de Lei 12.842/2013, conhecido como Lei do “Ato Médico”.

“O projeto fere a autonomia de diversas profissões. Tivemos uma primeira vitória que foram os vetos, e agora vamos à luta para que a presidente Dilma mantenha esses vetos. O ato médico vai de encontro a tudo o que já foi conquistado na saúde pública brasileira”, afirmou a presidente do Sineal, Renilda Barreto.

Os vetos ao projeto

O texto, que sofreu veto parcial do Governo Federal, preserva o atendimento multidisciplinar nos serviços públicos e privad

os de saúde, e assegura as atribuições específicas dos médicos, entre elas:

Indicação de internação e alta médica nos serviços de saúde, indicação e execução da intervenção cirúrgica, emissão de laudo dos exames endoscópicos e de imagens; perícia médica, atestação médica de condições de saúde, perícia e auditoria médicas, ensino de disciplinas especificamente médicas, e coordenação dos cursos de graduação em Medicina, dos programas de residência médica e dos cursos de pós-graduação específicos para médicos.

Reprodução Gazeta web.
Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *