Ministro da Justiça vem a Maceió para repactuar Brasil Mais Seguro

Da redação

21/04/2013

 

Ministro volta a Alagoas e se reúne com governador para repactuar plano

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, vem a Maceió na próxima sexta-feira (26), para fazer uma avaliação dos 10 meses de implantação do programa Brasil Mais Seguro em Alagoas. Durante a estadia de dois dias na capital alagoana, o ministro e a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, irão fazer repactuar a parceria feita entre os governos estadual e federal para reduzir os índices de homicídios em todo Estado.

Na última sexta-feira, o secretário de Defesa Social, Dário Cesar reuniu toda cúpula da Segurança Pública para analisar ponto a ponto o que foi feito pelo órgãos estaduais no acordo feito há 10 meses com a União. “Tivemos metas a serem cumpridas, algumas por nós outras pelo governo federal. Estamos justamente avaliando isso com todos os gestores. O resultado é bem positivo e o reflexo está justamente na redução da criminalidade em especial de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs)”, ressaltou Dário Cesar.

Entre os pontos estão a construção das unidades prisionais, a compra de equipamentos para o Instituto de Criminalística e o aumento de efetivo das polícias Civil e Militar por meio do concurso público que está em andamento. Neste último ponto, o secretário explicou que o concurso está sendo conduzido pela fundação Cespe e que deve ser concluído nos próximos meses.

No sábado (27), Cardozo, Miki e o governador Teotonio Vilela Filho irão reunir o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) para fazer a análise dos números de 10 meses do Brasil Mais Seguro. A expectativa é de que a taxa de homicídios tenha voltado a cair, já que no aniversário de 9 meses do programa, em março, a notícia foi negativa com um aumento significativo no índice de assassinatos maior mesmo que o de março do ano passado, quando o programa ainda não havia sido implantado.

Fonte: Com Agência Alagoas

 

Matéria retirada do Portal TNH1.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *