Queda do FPM: Rui diz que Maceió irá ‘apertar o cinto’

Sidney Tenório

11:06 – 04/04/2013

 

Rui Palmeira diz que vai apertar o cinto e reajustar contratos

 

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira, afirmou, na manhã desta quinta-feira (4), que a Prefeitura de Maceió terá que “apertar o cinto” e conter gastos devido à redução do Fundo de Participação do Município (FPM) que vem sendo registrada por conta das isenções fiscais concedidas pelo governo federal. A previsão é de que o estado perca cerca de R$ 18,5 milhões e a capital R$ 5,3 milhões até o fim do ano, de acordo com dados da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

“Tínhamos feito um planejamento contando com os recursos do FPM, mas fomos surpreendidos com o anúncio do governo federal da continuidade da redução do IPI (Imposto sob Produto Industrializado) um dos componentes do fundo. Vamos ter que rever os valores de alguns contratos firmados pela prefeitura e se adequar financeiramente à nova realidade”, ressaltou o prefeito, que participou nesta manhã da solenidade de posse dos integrantes do Conselho Municipal de Economia Solidária, na Associação Comercial.

Rui se solidarizou com os prefeitos do interior do Estado que dependem exclusivamente do repasse das verbas federais. “Maceió tem economia própria e mesmo assim sente o impacto da queda do FPM. A situação é ainda mais complicada nos outros municípios alagoanos que tem como sua principal fonte as verbas do fundo”, ressaltou.

Apesar das perdas, Rui Palmeira garantiu que os projetos e programas de melhoria nas áreas estratégicas de Maceió estão mantidos. “Nosso papel de gestor é justamente saber trabalhar em crises como essa. Podemos contar com ações como essa da economia solidária, o que ajuda muito em momentos difíceis”, ressaltou o prefeito.

Sobre o conselho, o prefeito afirmou que a Prefeitura será parceira dos projetos, inclusive com a compra de materiais produzidos pelas cooperativas. “Vamos também fomentar os projetos e buscar parcerias com o Sebrae e outras entidades”, garantiu.

 

Matéria retirada do Portal TNH1.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *