Quinze escolas recebem reforço policial após ameaça à professora

A Polícia Militar deu garantias de mais seguranças nos locais

Alain Lisboa
13 Jun de 2013

Após a invasão da Escola Municipal Donizetti Calheiros, ocorrida no último fim de semana, onde crianças encapuzadas fizeram a desordem no local e escreveram ameaças a uma professora, a secretária de Educação do Município, Ana Dayse Dórea, e representantes das polícias Civil e Militar, em reunião com diretores de escolas, discutiram a possibilidade de intensificar a segurança nos colégios em dias e horários estratégicos.

PM ouviu reivindicações de representantes do município, que cobram segurança no entorno das escolas. [Foto:Adaílson Calheiros]

Quinze escolas localizadas no bairro do Trapiche, Vale do Reginaldo, conjunto Denisson Menezes, entre outros, terão o reforço imediato.

“As queixas foram mais na questão da depredação do patrimônio público e a violência que vem aumentando, mas essa discussão envolve outros problemas também, como o tráfico de drogas”, disse o coronel da Polícia Militar, Neuton Bóia, do comandante de Policiamento da Capital.

Para reprimir possíveis assaltos, desde 2011 a prefeitura instalou em todas as escolas câmeras de segurança. A Servipa, responsável pelo videomonitoramento das mais de 1.400 câmeras, foi representada na reunião por seu proprietário, o coronel da reserva Marcelo Albuquerque, que sugeriu aumentar o número de “kits” de segurança – compostos de quatro câmeras e quatro sensores.

Porém, para o secretário municipal de Segurança Comunitária, coronel José Edmilson Cavalcante, mais importante que as câmeras de segurança é colocar o efetivo policial para efetuar rondas.

“Não estou discordando da importância do videomonitoramento, mas esqueceram de que a segurança está fora da escola, na parte externa, e esse pessoal tem muito mais valor que cem câmeras instaladas dentro das escolas”, disse.

 

Matéria retirada do site Tribuna Hoje.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *